ProUni 2021: MEC anuncia novas regras para entrada no programa; confira!

O Ministério da Educação (MEC) informou algumas novidades para os programas de integração de jovens nas universidades como o ProUni 2021 e o Fies. Os programas oferecidos pelo Governo Federal funcionam como uma ferramenta de inserção dos estudantes brasileiros nas diversas instituições de ensino superior espalhadas pelo Brasil. Confira as regras aqui.

ProUni 2021: MEC anuncia novas regras para entrada no programa; confira! (Foto: Reprodução Google)
ProUni 2021: MEC anuncia novas regras para entrada no programa; confira! (Foto: Reprodução Google)

Os programas oferecidos pelo Governo Federal, funcionam como uma ferramenta de inserção dos estudantes brasileiros nas diversas instituições de ensino superior espalhadas pelo Brasil.

Apesar do Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM 2020) ainda não ter acontecido, os estudantes já criaram algumas expectativas e dúvidas sobre o funcionamento do Sisu e do ProUni.

O Prouni tem como objetivo oferecer bolsas de estudos de 50% até 100%, e foi criado em 2004 com pelo Governo Lula.

O Programa Universidade Para Todos, dá acesso a bolsas integrais em universidades particulares, para quem não tem condições financeiras de arcar com os gasto, através da nota o Enem, o estudante pode conseguir a bolsa.

Leia mais: SiSU, ProUni e Fies 2021: O que já se sabe sobre as novas edições dos programas?

A principal mudança do ProUni 2021

No mês de Agosto, o atual presidente Jair Bolsonaro sancionou a MP 934, e afirma no artigo 5;

 “Para o ano letivo subsequente ao afetado pelo estado de calamidade pública referido no art. 1º desta Lei, os processos seletivos de acesso aos cursos das instituições de educação superior que tenham aderido ao Sistema de Seleção Unificada (Sisu) e ao Programa Universidade para Todos (Prouni) serão compatibilizados com a divulgação dos resultados do exame referido no caput deste artigo”.

Porém, observando a situação dos estudantes que ficaram com dificuldades para dar continuidade as aulas regulares, o presidente voltou atrás e afirmou;

 “…ao condicionar os processos seletivos de acesso aos cursos das instituições de educação superior aderentes ao Sistema de Seleção Unificada (Sisu) e ao Programa Universidade para Todos (Prouni) com a divulgação do resultado do Enem poderá prejudicar os alunos que não o fizeram e muitos que não o farão em função da pandemia, bem como poderá inviabilizar que outros tantos alunos de baixa renda possam ingressar no Prouni”.

Com isso, entendendo as dificuldade para alcançar uma média este ano, o MEC liberou que os estudantes pudessem usar a notas de médias anteriores a 2020, para concorrer a uma vaga como bolsista no ProUni.

Larissa Luna é graduanda em Psicologia pela Faculdade Frassinetti do Recife (FAFIRE) e graduanda em Ciências Sociais pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE). Como universitária, estuda analises de pesquisas feitas a partir de conceitos sociológicos e antropológicos em paralelo com a Psicologia. Atualmente dedica-se a redação do Jornal O Norte.