Reabertura das escolas: Instituições privadas reiniciam atividades no MA

Na última segunda-feira (03), instituições privadas de ensino retornaram com as aulas presenciais no estado do Maranhão. Na capital, boa parte das escolas voltaram com aulas para estudantes a partir do terceiro ano do Ensino Médio. Aliás, para os outros níveis de ensino, as aulas devem retornar na próxima semana. 

Reabertura das escolas: Instituições privadas reiniciam atividades no MA
Reabertura das escolas: Instituições privadas reiniciam atividades no MA (Imagem: Divulgação)

Ademais, o retorno das aulas também ocorre em formato híbrido em cerca de 50 escolas da rede privada. O formato híbrido é a junção das aulas online e presenciais. Entretanto, na rede estadual de ensino, ainda não há uma data para retorno. 

De acordo com o Sindicato dos Estabelecimentos de Ensino do Estado do Maranhão (Sinpe-MA), a retomada das aulas nesses instituições ocorre conforme protocolo sanitário da Secretaria de Estado da Saúde (SES). Decreto este que, aliás, foi publicado pelo governo no dia 30 de junho. 

Desse modo, entre as medidas sanitárias exigidas pelo governo do estado estão não só o uso obrigatório de máscaras, como também aferição de temperatura dos estudantes. Além disso, estão suspensos os recreios.

Ademais, as escolas devem criar um protocolo de segurança e orientar os alunos, constantemente, sobre o uso de máscaras. Também estão proibidos o uso coletivo de bebedouros e adoção de garrafas individuais. É proibido a divisão em grupos, nas turmas. 

Leia mais: Governador do Maranhão diz que não há previsão para retorno das aulas

As escolas também devem distribuir álcool em gel para os estudantes e, assim, instalar reservatórios com o produto em suas dependências. Outras regras exigem a escala para aulas presenciais, distanciamento mínimo de 1,5 metros, e horários diferenciados de entrada e saída dos alunos. 

Retorno das aulas na rede estadual do Maranhão

Após consulta realizada com pais e responsáveis de estudantes da rede pública estadual de ensino, foi constatado pela Secretaria do Estado de Educação (Seduc) a insegurança dos mesmos no processo de retorno às aulas presenciais. 

Conforme os dados divulgados pela Seduc, 58% dos pais preferem que as aulas presenciais não retornem. Enquanto que 42% dos pais que responderam a consulta acham que as aulas devem voltar. Outrossim, entre os estudantes que estão matriculados na 3º série do Ensino Médio, 57% concordam com o retorno das aulas. Já 43% não se sentem seguros para retornar. 

De acordo com o Secretário de Educação do estado, Felipe Camarão, as aulas continuarão remotamente, até que uma nova data de retorno das aulas seja definida. 

Até que tenhamos tudo definido, continuaremos com as atividades remotas, que foram realizadas em toda rede desde que paralisamos as aulas nas escolas, no início da pandemia do coronavírus. Posteriormente, vamos definir nova data para a retomada da 3ª série do Ensino Médio, bem como aos demais níveis de ensino da rede pública estadual”, disse o secretário.

Facebook Comments