Rodoviários em Feira de Santana entram em greve nesta segunda (23)

Cidade baiana de Feira de Santana amanheceu sem ônibus público, isso porque os rodoviários em Feira de Santana entram em greve. A paralisação acontece devido à mobilização para aumento salarial!

Rodoviários em Feira de Santana entram em greve nesta segunda (23)
Rodoviários em Feira de Santana entram em greve nesta segunda (23) (Imagem/Reprodução: Acorda Cidade)

Rodoviários em campanha salarial fazem greve e deixam a cidade de Feira de Santana sem transporte público nessa segunda-feira, 23.

Greve dos rodoviários em Feira de Santana

De acordo com a categoria, a suspensão das atividades aconteceu como parte do movimento que pede o reajuste de 10,5% referentes a 2020 e 2021.

O sindicato havia estipulado um prazo até a manhã dessa segunda-feira para receber uma proposta e impedir que greve fosse iniciada.

No entanto, as empresas de transporte não fizeram uma proposta à classe com a justificativa de que enfrentam dificuldades financeiras. Com isso, cerca de 600 rodoviários estão com suas atividades suspensas.

Leia mais: Festival de Inverno BA: Veja a programação da 15ª edição do evento

Desde ontem, domingo, o prefeito Colbert Filho tem se mobilizado para tentar reverter a situação e impedir que a população fique sem transporte.

Nesse sentido, realizou uma reunião com seus secretários para fazer as empresas São João e Rosa cumprirem com seus contratos.

Além disso, a prefeitura vai disponibilizar 105 vans e micro-ônibus do Sistema de Transporte Público Alternativo e Complementar (STPAC) para atender à população durante todo o dia. Os fiscais da SMTT estão na rua ao longo do dia para orientar os passageiros.

O prefeito e a Secretaria Municipal de Transportes e Trânsito (SMTT) acionaram justiça para um retorno das atividades.

É lamentável que a falta de acordo entre as concessionárias e o Sindicato dos Trabalhadores Rodoviários de Feira de Santana [SINTRAFS] prejudique a população com a falta desse serviço essencial“, afirmou o secretário da SMTT, Saulo Figueiredo.

Justiça determina a volta do transporte público

No final da manhã dessa segunda-feira, 23, o juiz Nunisvaldo dos Santos, da 2ª Vara da Fazenda Pública de Feira de Santana determinou que a paralização seja suspensa imediatamente.

Então, caso os trabalhadores descumpram a decisão, a multa é de R$ 100 mil.

Além disso, ele também autorizou o uso de força policial para desbloquear as garagens e permitir a volta ao trabalho.

Continue acompanhando O Norte e fique bem informado.

Jamille Pereira Novaes é graduada em Letras Vernáculas pela Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (UESB), pós-graduada em Gestão da Educação pelo Centro Universitário Maurício de Nassau (UNINASSAU). Como professora de Língua Portuguesa, já atuou no ensino fundamental I e II. Atualmente, trabalha como professora de Língua Portuguesa no ensino técnico e redatora do Jornal O Norte.