Roraima inicia campanha ‘Papai Noel dos Correios’; saiba como participar

Até o dia 15 de dezembro, cidadãos poderão fazer uma boa ação, apadrinhar as cartinhas na campanha ‘Papai Noel dos Correios‘ e presentear uma criança, em Boa Vista, Roraima. Neste ano, o processo será realizado online por conta da pandemia do coronavírus. O Blog dos Correios irá mediar a ação tanto para o envio das cartas quanto o apadrinhamento.

Roraima inicia campanha 'Papai Noel dos Correios'; saiba como participar (Foto: Reprodução/Blog dos Correios)
Roraima inicia campanha ‘Papai Noel dos Correios’; saiba como participar (Foto: Reprodução / Blog dos Correios)

Para participar da campanha e adotar um pedido, é necessário acessar o Blog da estatal e escolher a cartinha desejada. Depois, o padrinho deve preparar o presente e entregar em um dos pontos de coleta, até o dia 15 de dezembro.

Leia mais: Conta de luz aumenta NESSES estados a partir de hoje (1º)

Como um estímulo à doação, a empresa afirma que a ação vem ganhando força com o passar dos anos, unindo a empresa e a população em uma corrente de generosidade.

“Além das cartinhas das crianças da sociedade, desde 2010 os alunos de escolas públicas são convidados a também expressarem seus desejos ao Papai Noel. A campanha estimula as crianças no desenvolvimento de redação de cartas, prática que permite valorizar a escrita e o interesse pelo aprendizado escolar, um dos maiores presentes que uma crianças pode receber, não é verdade?”, detalham em enunciado.

Os Correios farão a entrega dos presentes para as crianças entre os dias 16 e 18 de dezembro em Roraima.

Como adotar

Acesse o site da campanha, clique em “Adotar Agora”, escolha a cartinha que mais se identificar, compre o presente e entregue no ponto de coleta, devidamente etiquetado para identificação.

Envio das cartinhas

As crianças que desejarem participar terão que se enquadrar em alguns critérios de participação, como, por exemplo, estar em situação de vulnerabilidade social, ter até 10 anos de idade ou estar matriculado no 5º ano do ensino fundamental. Não há limite de idade para crianças com deficiência.

Em seguida, devem ser cumpridas as seguintes orientações:

  • A imagem da carta deverá estar em formato JPG ou PNG, ter no máximo 150 dpi e tamanho de até 2 Mb;
  • As cartas deverão ser manuscritas;
  • Será aceita apenas UMA carta por criança;
  • Serão aceitas cartas de crianças de sociedade em geral de até 10 anos de idade;
  • Serão aceitas cartas de crianças de escolas da rede pública de ensino, escolhidas pela secretaria de educação estadual ou municipal, que estão na Educação Infantil (creche e pré-escola) ou no Ensino Fundamental até o 5º ano, independente da idade;
  • Observação: serão aceitas cartas de crianças com deficiência, independentemente da idade;
  • Priorizar criança em situação de vulnerabilidade social;
  • O cadastro deverá estar devidamente preenchido com os dados pessoais, endereço completo e pedido da criança.

Os Correios enfatizam que o envio da carta não garante a entrega do presente, pois trata-se de uma campanha voluntária direcionada a toda a sociedade.

Jornalista graduada pela FAPCOM (Faculdade Paulus de Tecnologia e Comunicação). Foi repórter do site MigraMundo e Startupi, atuou na comunicação de ONG e em assessoria de imprensa. Atualmente trabalha como jornalista freelancer e redatora do Jornal O Norte.