Saiu a nova parcela do Auxílio Emergencial; confira calendário

O pagamento da nova parcela do Auxílio Emergencial começou nesta quarta (05). O valor é destinado aos nascidos em maio, aos novos aprovados do benefício e os que tiveram as contas bloqueadas em abril deste ano.

Saiu a nova parcela do Auxílio Emergencial; confira calendário
Saiu a nova parcela do Auxílio Emergencial; confira calendário (Imagem: Reprodução Google)

O número dos novos aprovados chegam a mais de 400 mil e os assistidos pelo benefício em torno de 4 milhões de brasileiros.

O valor ficará disponível na Conta Digital e ainda não será possível a realização de saques. No aplicativo poderá realizar pagamentos de boletos ou efetuar compras pela internet.

Transferência do dinheiro para outras contas ou saque do benefício será feito respeitando o seguinte calendário:

  • Nascidos no mês de maio somente depois de 13 de agosto – para aprovados até o quinto lote;
  • Nascidos entre os meses janeiro a abril que foram aprovados no lote 6 e que tiveram benefício suspenso, a partir do dia 8 de agosto;
  • 13 de agosto para nascidos em maio aprovados no último lote.

Saiba mais: Bolsonaro nega permanência do Auxílio Emergencial e critica quem defende o benefício

As pessoas nascidas no segundo semestre do ano devem seguir o calendário de pagamento de número 1. O valor já foi debitado na conta digital nesta segunda (03).

A Caixa alerta que não é necessário a formação de filas. O banco cumprirá o horário de funcionamento 08 às 14 horas.

Pagamento do auxílio na quarta feira

Os beneficiários que receberão nesta quarta (05), serão os seguintes grupos:

  • Inscritos no Cadastro Único nascidos em maio;
  • Beneficiários do Auxílio Emergencial nascidos em maio;
  • Nascidos de janeiro a maio: Aprovados no lote 6 e os que foram aprovados no lote 1 que tiveram as contas bloqueadas.

A consulta do benefício ou o acesso à conta pode ser feita por meio do:

  • Aplicativo Meu Tudo;
  • Site da Caixa Econômica Federal.

Clique aqui para consultar o calendário completo.

Desbloquear contas

A caixa informa que o desbloqueio pode ser feito por meio do aplicativo. Isso vale também para brasileiros que apresentaram alguma divergência cadastral junto ao sistema.

Não é preciso dirigir-se à uma agência, basta enviar os documentos pedidos no aplicativo e seguir as instruções do Caixa Tem.

De acordo com o banco, já foram pagos quase 149 bilhões com o benefício e ajudadas cerca de 60 milhões de pessoas.

 

 

Facebook Comments