Semana de Conciliação: TJ-AM anuncia nova edição no estado


Na última sexta-feira (23), o TJ-AM (Tribunal de Justiça do Amazonas) anunciou a nova edição da Semana Nacional da Conciliação (SNC) no estado, serão cinco dias entre o final de novembro e começo de dezembro para a conciliação de processos. A programação acompanhará a mobilização do CNJ (Conselho Nacional de Justiça) com sessões híbridas, preferencialmente virtuais.

Semana de Conciliação: TJ-AM anuncia nova edição no estado(Foto: Igor Braga/TJAM)
Semana de Conciliação: TJ-AM anuncia nova edição no estado(Foto: Igor Braga/TJAM)


Em sua 15ª edição, a SNC acontecerá entre os dias 30 de novembro e 4 de dezembro deste ano, com o tema “Conciliação: menos conflito, mais resultado”. O objetivo da ação é motivar a realização de acordos por partes processuais interessadas na resolução de litígios.

Leia mais: Pesquisa para prefeito de Manaus 2020: Veja quem é o candidato FAVORITO das eleições

De acordo com o portal G1, as partes interessadas em conciliar processos que estão em tramitação podem peticionar diretamente nos autos ou ainda solicitar a inclusão destes processos na pauta da SNC, acessando o serviço “Quero Conciliar”, disponível a qualquer época do ano no site do TJAM, neste link.  

O anúncio foi realizado pela corregedora-geral de Justiça do Amazonas, desembargadora Nélia Caminha, em consonância com parecer do presidente da Corte Estadual, desembargador Domingos Jorge Chalub.

Semana de Conciliação virtual

Devido à necessidade de distanciamento social recomendada pelas autoridades de Saúde para evitar a contaminação do coronavírus, a Semana de Conciliação deste ano será realizada por audiências online, no Amazonas; implementos tecnológicos para a realização de audiências e de outros atos processuais estão sendo utilizados e intensificados pela Justiça Estadual desde o início da pandemia.

Ao portal oficial do TJAM, a corregedora-geral de Justiça, desembargadora Nélia Caminha, disse que todos os esforços serão realizados pela Justiça Estadual para que a Semana alcance seu principal objetivo que é o de favorecer a conciliação entre as partes processuais.

“Como nos anos anteriores, o Amazonas, neste ano de 2020, participará da mobilização conduzida pelo CNJ e envolverá o maior número possível de unidades judiciárias da capital e do interior para a realização das audiências. Como medida necessária para a prevenção à covid-19, empregaremos os meios tecnológicos necessários para a realização das audiências que serão pautadas e assim, privilegiaremos a conclusão dos litígios sem comprometer a saúde das partes processuais, assim como a dos magistrados, servidores e estagiários da Justiça Estadual”, anunciou a desembargadora Nélia Caminha.




Jornalista graduada pela FAPCOM (Faculdade Paulus de Tecnologia e Comunicação). Foi repórter do site MigraMundo e Startupi, atuou na comunicação de ONG e em assessoria de imprensa. Atualmente trabalha como jornalista freelancer e redatora do Jornal O Norte.