Sergipe: Governo avança e libera mais uma fase de flexibilização dos serviços

O governador de Sergipe, Belivaldo Chagas, anunciou a reabertura de atividades consideradas especiais nesta quinta-feira (10). A lista do Plano de Retomada da Economia inclui serviços educacionais, clubes de lazer e eventos com até 100 pessoas. Setores de alimentação, academias, shoppings, galerias também e templos religiosos também terão funcionamento ampliado.

Sergipe: Governo avança e libera mais uma fase de flexibilização dos serviços
Sergipe: Governo avança e libera mais uma fase de flexibilização dos serviços (Imagem: ASN/SE/Divulgação)

A decisão foi confirmada depois de uma reunião com o Comitê Técnico-Científico e de Atividades Especiais (CTCAE) e passa a valer a partir da próxima segunda-feira (14). Os órgãos públicos considerados não essenciais voltarão a funcionar com metade do efetivo de servidores, em horário reduzido, das 7 às 13 horas, de segunda a sexta-feira.

Nova fase de flexibilização dos serviços em Sergipe

A partir do dia 14 de setembro, estão permitidos eventos corporativos e sociais, cumprindo os devidos protocolos sanitários. A ocupação deve respeitar o limite de 50% da capacidade do local e o total não deve ultrapassar 100 pessoas. Eventos esportivos e atividades culturais continuam suspensos. Já os eventos na modalidade drive in estão liberados, com capacidade regulamentada.

Clubes sociais e desportivos podem voltar a abrir no dia 15 de setembro, também com 50% da capacidade, de terça a domingo. Bares e restaurantes instalados nos locais devem seguir protocolos específicos. Áreas de recreação para crianças e espaços de convivência continuarão fechados. Aulas de lutas, danças e demais atividades físicas em grupo com contato físico também seguem suspensas.

Leia mais: Presidente da Fecomércio- SE contabiliza mais de 900 lojas fechadas e dispara: ‘É preocupante’.

Em relação aos serviços educacionais, estão liberados cursos livres e atividades extracurriculares, com metade do público. Alunos com menos de 10 anos não podem comparecer. Atividades regulares em escolas e cursos pré-vestibulares continuam proibidas.

O setor de bares e restaurantes terá uma ampliação, podendo funcionar com 75% da capacidade, todos os dias, das 6 da manhã à meia noite, a partir do dia 14. O limite será de seis pessoas por mesa. Serviços de self-service, buffet livre e rodízio também serão liberados.

Templos religiosos, empresas de call center, shoppings, galerias e academias também poderão ampliar a ocupação para 75% da capacidade. As academias devem manter um cliente a cada 6 metros quadrados.

Facebook Comments

Mônica Chagas Ferreira é mestranda em Letras pela Universidade Estadual de Maringá (UEM) e formada em Jornalismo pela Universidade Estadual de Londrina (UEL). Como pesquisadora, estuda Análise do Discurso na perspectiva foucaultiana, contemplando relações de saber, poder e política presentes na mídia. Enquanto jornalista, já atuou em rádios e veículos impressos. Atualmente trabalha como assessora de comunicação e redatora do Jornal O Norte.