Sesi-BA anuncia mais de 1000 vagas para jovens e adultos; inscreva-se!

O Serviço Social da Indústria (Sesi) da Bahia oferta 1.600 vagas em novas turmas de Educação de Jovens e Adultos (EJA) em todo o estado. Os cursos são gratuitos e voltados a maiores de 18 anos que não concluíram o ensino fundamental II, de sexto a nono ano, ou o ensino médio.

Sesi-BA anuncia mais de 1000 vagas para jovens e adultos; inscreva-se!
Sesi-BA anuncia mais de 1000 vagas para jovens e adultos; inscreva-se! (Imagem: Google)

Os interessados podem se inscrever pela internet, no site do Sesi Bahia até o dia 30 de outubro. Em razão da pandemia, os cursos estão sendo realizados na modalidade a distância (EaD). Por isso, é necessário que o aluno tenha acesso à internet para acompanhar as aulas. Não há taxa de inscrição, matrícula nem mensalidade; também não há requisitos para participar.

Como se inscrever na EJA do Sesi-BA

Acesse o site; preencha o formulário com dados pessoais, informando números de telefone ativos e e-mail válido com acesso frequente; selecione uma das unidades e o curso – ensino fundamental ou ensino médio. Para garantir a vaga, é necessário anexar os seguintes documentos: foto 3×4 atualizada, RG e CPF, histórico escolar original, comprovante de residência atualizado com CEP válido e comprovante de vínculo empregatício, em caso de trabalhador formal.

O Sesi Bahia é a única instituição do estado que oferece a conclusão do ensino básico com autorização do Ministério da Educação. O curso também é reconhecido pelo Conselho Estadual de Educação.

Leia mais: Veja como vai funcionar o retorno das aulas no Ceará e na Bahia

Além disso, o órgão possui a metodologia diferenciada de reconhecimento de saberes, que relaciona competências e habilidades desenvolvidas nas experiências de vida e de trabalho do estudante. Este reconhecimento dos conhecimentos prévios do aluno diminui o tempo de curso, ao focar nas competências essenciais que o estudante precisa dominar para obter o diploma.

O curso a distância incentiva o desenvolvimento de habilidades utilizadas na dinâmica industrial e insere o estudante socialmente, possibilitando o aprendizado a partir de um currículo contextualizado com a rotina de trabalho, proporcionando uma formação ética e cidadã.

Na Bahia, as unidades que ofertam a EJA são: Sesi Juazeiro, Vitória da Conquista, Luís Eduardo Magalhães, Barreiras, Ilhéus e Região Metropolitana de Salvador (RMS).

Mônica Chagas Ferreira é mestranda em Letras pela Universidade Estadual de Maringá (UEM) e formada em Jornalismo pela Universidade Estadual de Londrina (UEL). Como pesquisadora, estuda Análise do Discurso na perspectiva foucaultiana, contemplando relações de saber, poder e política presentes na mídia. Enquanto jornalista, já atuou em rádios e veículos impressos. Atualmente trabalha como assessora de comunicação e redatora do Jornal O Norte.