Termina hoje (20) o prazo para participar da lista de espera do Prouni 2020

O prazo para a inscrição na lista de espera do Programa Universidade para Todos (Prouni) termina às 23h59 de hoje (20). Candidatos que não foram pré-selecionados nas etapas anteriores podem manifestar interesse nas vagas remanescentes para o segundo semestre pelo site.

Termina hoje (20) o prazo para participar da lista de espera do Prouni 2020
Termina hoje (20) o prazo para participar da lista de espera do Prouni 2020. (Imagem: Google)

De acordo com o Ministério da Educação (MEC), a lista de espera será única por curso e turno, em cada local de oferta; não haverá classificação por modalidade – universal ou cotas. O resultado será divulgado na próxima segunda-feira (24).

Como se inscrever na lista de espera do Prouni

Para participar, basta acessar a página oficial do programa com os dados cadastrais e confirmar o interesse na lista de espera. O candidato que não tenha sido pré-selecionado em nenhuma das chamadas ou tenha sido pré-selecionado para a segunda opção de curso, mas tenha sido reprovado pode se inscrever para a primeira opção.

Leia mais: Estudantes inadimplentes podem receber auxílio através do ‘voucher educação’; saiba mais.

Para participar da lista correspondente à segunda opção de curso da inscrição, o candidato também não pode ter sido pré-selecionado em nenhuma das chamadas regulares. Os estudantes contemplados com as bolsas da lista de espera precisam comparecer às instituições de ensino até o dia 28 de agosto para a entrega de documentação.

Programa Universidade para Todos

O Prouni é um programa do Governo Federal que oferece bolsas de estudo, integrais e parciais em instituições privadas de educação superior. Na edição 2020.2, foram 440,6 mil estudantes inscritos para disputar 167,7 mil bolsas em 1.061 instituições.

As bolsas integrais são voltadas a estudantes com renda familiar per capita bruta mensal de até um salário mínimo e meio, ou seja, R$ 1.567. As bolsas parciais (50%) são disponibilizadas a alunos com renda familiar bruta mensal deve até três salários mínimos por pessoa, a saber, R$ 3.135.

Podem ser contemplados com as bolsas do programa estudantes brasileiros que não tenham diploma de curso superior. É preciso ter realizado o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) no ano anterior e ter obtido, no mínimo, 450 na média das notas. O candidato também não pode ter zerado a redação.

Facebook Comments

Mônica Chagas Ferreira é mestranda em Letras pela Universidade Estadual de Maringá (UEM) e formada em Jornalismo pela Universidade Estadual de Londrina (UEL). Como pesquisadora, estuda Análise do Discurso na perspectiva foucaultiana, contemplando relações de saber, poder e política presentes na mídia. Enquanto jornalista, já atuou em rádios e veículos impressos. Atualmente trabalha como assessora de comunicação e redatora do Jornal O Norte.