5,7 milhões de pessoas recebem hoje (31) auxílio emergencial

Cinco depósitos do auxílio emergencial de R$ 600 reais serão realizados nesta sexta-feira (31). Quem faz aniversário em abril recebe através da poupança digital a quarta, terceira, a segunda ou a primeira parcela, contudo, vai depender da data em que tiveram o cadastro autorizado.

5,7 milhões de pessoas recebem hoje auxílio emergencial
5,7 milhões de pessoas recebem hoje auxílio emergencial. (Imagem: Google).

Hoje também recebem a quarta parcela para beneficiários que tem o NIS (Número de Identificação Social) terminado em 0. Já o saque da quinta parcela para cadastrados no Bolsa Família será liberado entre 18 e 31 de agosto, conforme o final do NIS.

Ao todo, o benefício será pago a 5,7 milhões de pessoas que fazem parte do Bolsa Família, do Cadastro Único e que se inscreveram através do site ou aplicativo.

Recebem hoje 1,9 milhão de beneficiários do Bolsa Família e 3,8 milhão de trabalhadores inscritos via site e aplicativos nascidos em abril.

A quarta parte do benefício passou a ser paga no último dia 20 para quem possui o Bolsa Famíla. Para os outros grupos, o auxílio emergencial pode ser usado apenas para o pagamento de boletos e compras através da conta poupança digital. Transferências e saques estarão autorizados a partir do dia 1º de agosto.

Leia mais: Com auxílio emergencial, renda do trabalhador brasileiro sobe 24%

63,5 milhões de pessoas já receberam o auxílio emergencial

A Caixa Econômica Federal divulgou os dados referentes ao auxílio emergencial de R$ 600 reais. Até o dia 17 de junho, segundo a Caixa, 63,5 milhões de pessoas já tinham tido acesso ao auxílio. As dúvidas sobre o benefício ou consulta a situação cadastral podem ser esclarecidas através do aplicativo ou pelo site www.auxílio.caixa.gov.br.

Veja quem tem direito ao benefício

Tem direito ao benefício: contribuintes informais do INSS, microempreendedor individual (Mei), trabalhadores informais, pessoas que estão sem emprego, beneficiários do Bolsa Família e quem é inscrito no Cadastro Único.

O Governo Federal determinou que mães e chefes de família podem receber até dois valores por mês (R$ 1.200).  Segundo dados da Fundação Getúlio Vargas e o auxílio emergencial impulsionou a renda dos trabalhadores em 24%. A pesquisa foi realizada quando 64 milhões de pessoas receberam o benefício. As regiões Norte e Nordeste apresentaram maiores ganhos.

Mara Rodrigues é formada em jornalismo pela Universidade Estácio de Sá com mais de 13 anos de experiência. Já atuou como repórter de economia e polícia do jornal O Estado, repórter de cotidiano da TV Diário e assessora de comunicação. Atualmente trabalha como repórter de cotidiano da TV Cidade, filiada da Record TV no Ceará e dedica-se a redação do jornal O Norte.