A partir do dia (11), estudantes da rede pública de Pernambuco terão internet gratuita

O Governo de Pernambuco lançou o programa “Conecta Aí” para disponibilizar internet gratuita a estudantes da rede estadual de ensino. O investimento de R$ 23 milhões foi anunciado nesta semana pelo governador Paulo Câmara. O objetivo é minimizar os impactos da pandemia de Covid-19 no ano letivo de 2020.

A partir do dia 11, estudantes da rede pública de Pernambuco terão internet gratuita
A partir do dia 11, estudantes da rede pública de Pernambuco terão internet gratuita. (Imagem: Google)

Segundo o governador, é um importante passo para fortalecer a educação no estado e assegurar o acesso à internet para garantir o funcionamento do ensino remoto. Em Pernambuco, as aulas presenciais foram suspensas em março e ainda não têm data oficial para retornarem.

Como funciona o programa para estudantes

Com o objetivo de beneficiar mais de 500 mil alunos, o “Conecta Aí” consiste em patrocínio de pacotes de dados de internet gratuitos. Os contemplados poderão acessar os materiais da Plataforma Educa-PE, do Ambiente Virtual de Aprendizagem (AVA) e do Google Classroom, utilizados para o ensino remoto estadual.

O programa também contempla 30 mil professores da educação básica e aproximadamente cinco mil estudantes de baixa renda da Universidade de Pernambuco (UPE). A previsão é que o programa comece na próxima terça-feira, 11 de agosto, em comemoração ao Dia do Estudante.

Leia mais: Após redução de funcionamento por causa do COVID-19, Metrô do Recife amplia horário de operação.

O secretário estadual de Educação e Esportes, Fred Amancio, explica que o material didático digital poderá ser acessado por todas as operadoras de telefonia que atuam em Pernambuco, e os dados utilizados serão pagos pelo governo. Para ele, o “Conecta Aí” será muito relevante no período de suspensão das aulas, mas também depois da retomada de atividades presenciais, para adoção do ensino híbrido.

Universidades também adotam ensino remoto

As Universidades Federais de Pernambuco (UFPE), Rural de Pernambuco (UFRPE) e do Agreste de Pernambuco (UFAPE) vão retomar o ano letivo dos cursos de graduação com aulas a distância, a partir do dia 17 de agosto. O retorno das aulas presenciais está previsto apenas para 2021 nessas instituições.

Além disso, 15 dos 16 campi do Instituto Federal de Pernambuco (IFPE) também vão retomar o ano letivo com atividades remotas. A Universidade de Pernambuco (UPE) terá um semestre extra com aulas a distância a partir de 8 de setembro.

Facebook Comments

Mônica Chagas Ferreira é mestranda em Letras pela Universidade Estadual de Maringá (UEM) e formada em Jornalismo pela Universidade Estadual de Londrina (UEL). Como pesquisadora, estuda Análise do Discurso na perspectiva foucaultiana, contemplando relações de saber, poder e política presentes na mídia. Enquanto jornalista, já atuou em rádios e veículos impressos. Atualmente trabalha como assessora de comunicação e redatora do Jornal O Norte.