Apagão chega ao 11º dia no Amapá; confira horários do rodízio de energia

O apagão que vem afetando 90% da população de Macapá no Amapá chega ao 11º dia com novo rodízio de energia. Devido ao incêndio na principal subestação do estado, cerca de 765 mil pessoas ficaram sem acesso à eletricidade, ocasionando dificuldade de acesso à água por problemas no fornecimento, além da instabilidade nas telecomunicações e das filas nos postos de combustíveis e prejuízos ao comércio. 

Apagão chega ao 11º dia no Amapá; confira horários do rodízio de energia (Foto: Reprodução/Rede Amazônica)
Apagão chega ao 11º dia no Amapá; confira horários do rodízio de energia (Foto: Reprodução/Rede Amazônica)


A crise no abastecimento de energia começou na noite do dia 3 de novembro.

O MME (Ministério de Minas e Energia) explicou ao portal G1 que o desabastecimento aconteceu pelo fogo que atingiu os transformadores, que deveria funcionar com dois transformadores e ter um terceiro de back up. Com o incêndio, um equipamento foi completamente destruído, outro ficou sobrecarregado e foi danificado, e o terceiro estava em manutenção desde dezembro de 2019.

Apenas após quatro dias sem energia é que o governo federal, em conjunto com uma série de órgãos, conseguiu ativar o terceiro transformador, no sábado do dia 7, permitindo o retorno gradual do fornecimento de energia – ainda sob rodízio e com reclamações dos moradores sobre não ter retomada à normalidade.

Leia mais: Sine de Macapá-AP anuncia retorno de atendimento presencial

A previsão da ativação dos dois transformadores queimados é de 30 dias, até lá, as unidades consumidoras recebem energia da SIN (Sistema Interligado Nacional), Usina Coaracy Nunes e de geradores de energia transportados de Manaus para o estado. Nesse meio tempo, a população foi às ruas para protestos que já marcam 70 atos contra o apagão.

Rodízio de energia no Amapá

Os habitantes ficaram totalmente sem eletricidade do dia 3 até sábado (7), quando começou o rodízio. O novo cronograma, divulgado nesta quinta-feira (12), a energia será fornecida em turnos de 3 em 3 horas e de 4 em 4 horas – substituindo o período anterior de 6 horas. Confira no portal do CEA como ficou o cronograma por região, neste link.

O CEA (Companhia de Eletricidade do Amapá) disso ao G1 que mudança aconteceu após 80% do estado receber energia, e que bairros e regiões no entorno de hospitais e de serviços essenciais em Macapá e Santana seguem com o fornecimento por 24 horas.

Há divergências de funcionamento do rodízio, moradores reclamaram ao portal sobre falhas no atendimento nos horários previstos pelo governo. Mas, nos bairros da Zona Sul e também da Zona Norte, munícipes dizem que o fornecimento vem funcionamento sem sofrer interrupção.

Eleições adiadas em Macapá

Por conta da insegurança para a realização das eleições no estado, TRE-AP (Tribunal Regional Eleitoral do Amapá) solicitou ao TSE (Tribunal Superior Eleitoral) que as eleições fossem adiadas em Macapá. O pedido foi acatado nesta quinta-feira com a consideração de que o 1º turno ocorra ainda neste ano – válido apenas na capital.




Jornalista graduada pela FAPCOM (Faculdade Paulus de Tecnologia e Comunicação). Foi repórter do site MigraMundo e Startupi, atuou na comunicação de ONG e em assessoria de imprensa. Atualmente trabalha como jornalista freelancer e redatora do Jornal O Norte.