Apagão no Amapá: NOVO curto-circuito assusta moradores após 20 dias no escuro

Neste domingo (22), o Amapá chegou ao 20º dia de apagão. No dia anterior, o presidente Jair Bolsonaro visitou o estado e acionou geradores termoelétricos. Entretanto, essa ação foi sem sucesso. Dois dias após a visita da autoridade, novos curtos-circuitos aumentaram a crise de energia, que já afeta 13 dos 16 municípios. A expectativa de retorno total do serviço é cada vez maior entre os amapaenses.

Apagão no Amapá: NOVO curto-circuito assusta moradores após 20 dias no escuro
Apagão no Amapá: NOVO curto-circuito assusta moradores após 20 dias no escuro (Imagem: Reprodução / Google)

A capital vive atualmente em estado de rodízio. Essa ação foi pensada com o intuito de assistir a população e minimizar os danos. No entanto, a promessa não foi cumprida e o fornecimento energético de 3 em 3 horas não acontece.

No estado, o Ministério de Minas e Energia (MME) afirmou que foram instalados na capital e na cidade de Santana um total de 47 geradores. Porém, foi acionado apenas 20 dos 45 megawatts contratados.

A população reclama do descaso, teme pela qualidade de vida e destaca o medo pela queima dos eletrodomésticos. A promessa do Governo no final de semana foi de restabelecimento de 100% da energia, mas voltou atrás e afirmou que esse é apenas o início da resolução do problema.

Leia mais: Com o cancelamento do Renda Cidadã, veja o que esperar do Bolsa Família em 2021

Em coletiva, o Presidente Jair Bolsonaro destacou:

Podemos dizer que estamos nos aproximando dos 100%. Acredito que nos próximos dias, como visto há pouco ao darmos o ‘start’ de novos geradores de pequeno potencial, mas que no somatório brevemente atingiremos a plena suficiência

A nova proposta é de que o estado tenha o sistema energética estabelecido na quarta-feira (26). Com toda a instabilidade do serviço, moradores apresentam indignação e realizam protestos para chamar atenção das autoridades competentes.

Meu ‘rodízio’ me deixou sem luz de 1h até 4h. Achei que ia voltar com esses geradores, mas ficamos no calor. Agora a previsão completa é até dia 26. Até quando vamos aguentar”, destaca uma moradora da Zona Norte da capital.

Leia mais: Isenção da conta de Luz no Amapá é proposta do governo; veja QUEM terá direito

A população lamenta pelo acontecido e espera uma sentença mais acertada por parte da empresa e dos governantes.

Devido à demora e o caos do Amapá, a inatividade do Governo foi denunciada na Comissão Interamericana de Direitos Humanos. Além do pedido do retorno imediato da energia, a Conaq (Coordenação Nacional de Articulação das Comunidades Negras Rurais Quilombolas) pede auxílio humanitário à população.

Cobertura e repercussão de assuntos que impactam o bolso de todos os brasileiros. A redação do Jornal O Norte traz diariamente assuntos relevantes de uma forma descomplicada e confiável.