Auxílio Digital: Alunos do IFPB em João Pessoa se inscrevem para receber o benefício

O Instituto Federal da Paraíba (IFPB) está com inscrições abertas para o auxílio de inclusão digital para estudantes. Os interessados podem se inscrever virtualmente até 29 de julho, pelo Sistema Unificado de Administração Pública (SUAP). Ao todo, são ofertadas 1.400 vagas, sendo 1.330 de ampla concorrência e 70 para pessoas com deficiência.

Auxílio Digital: Alunos do IFPB em João Pessoa se inscrevem para receber o benefício
Auxílio Digital: Alunos do IFPB em João Pessoa se inscrevem para receber o benefício. (Imagem: Google)

As inscrições são voltadas tanto para o campus sede da capital paraibana quanto para os outros campi da instituição. Os estudantes vão receber R$ 50 por mês durante cinco meses para adquirir planos de Internet e ter acesso às aulas retomas. A reitoria disponibilizou aproximadamente R$ 400 mil para o subsídio.

Como receber o Auxílio Digital?

Os estudantes interessados devem se inscrever no site do IFPB até o dia 29 de julho. É necessário anexar autodeclaração de renda bruta familiar e de condição de acesso à Internet, conforme modelo disponível no edital.

Os documentos serão analisados até dia 7 de agosto e o resultado preliminar está previsto para ser publicado no dia 10 de agosto.

De acordo com o programa, serão atendidos, prioritariamente, alunos em situação de vulnerabilidade social, com renda familiar per capita mensal de até um salário mínimo e meio, com dificuldade de acesso à Internet.

O IFPB também está fazendo um mapeamento dos alunos que estão sem conexão e não podem se cadastrar on-line, para garantir que sejam contemplados com o auxílio.

O pró-reitor de Assuntos Estudantis do IFPB, Manoel Macedo, explica que o benefício é específico para a contratação de planos de acesso à Internet.

Segundo ele, o valor foi determinado com base em uma pesquisa dos provedores disponíveis no município. Alguns campi vão disponibilizar seis parcelas.

Leia mais: Auxílio Digital: Passo a passo para solicitar o benefício da UEMA.

De acordo com o pró-reitor, o início das atividades não-presenciais do Instituto está condicionado à finalização do processo seletivo, a fim de proporcionar acesso a todos os estudantes do IFPB.

A instituição também está estudando outro benefício para estudantes dos cursos técnicos e superiores, voltado à aquisição de equipamentos digitais necessários para utilizar as plataformas virtuais de aprendizagem.

As unidades do IFPB estão sem atividades acadêmicas presenciais desde março, em conformidade com as orientações das autoridades de saúde do país. As atividades administrativas seguem de forma remota ou com revezamento entre os servidores.

Mônica Chagas Ferreira é mestranda em Letras pela Universidade Estadual de Maringá (UEM) e formada em Jornalismo pela Universidade Estadual de Londrina (UEL). Como pesquisadora, estuda Análise do Discurso na perspectiva foucaultiana, contemplando relações de saber, poder e política presentes na mídia. Enquanto jornalista, já atuou em rádios e veículos impressos. Atualmente trabalha como assessora de comunicação e redatora do Jornal O Norte.