Auxílio emergencial: Como consultar as parcelas de R$ 300 restantes do seu benefício

A prorrogação do auxílio emergencial em parcelas de R$ 300 é válida para quem já estava recebendo o benefício no valor anterior, de R$ 600. O número de parcelas depende de quando o trabalhador não contemplado pelo Bolsa Família começou a receber o auxílio. O limite máximo é de quatro pagamentos.

Auxílio emergencial: Como consultar as parcelas de R$ 300 restantes do seu benefício
Auxílio emergencial: Como consultar as parcelas de R$ 300 restantes do seu benefício. (Imagem: Google)

O novo valor começará a ser pago apenas depois do recebimento das cinco parcelas de R$ 600 e segue até o final de dezembro. Além disso, não haverá novas inscrições nesta etapa. Confira como consultas as próximas parcelas.

Como verificar pagamentos restantes do auxílio emergencial

Para os beneficiários do Bolsa Família, todos os aprovados terão direito a quatro parcelas de R$ 300, que serão pagas nos últimos 10 dias úteis de cada mês, entre setembro e dezembro. De acordo com o levantamento da Caixa Econômica Federal, aproximadamente 3 milhões de pessoas fazem parte do grupo, mas deixaram de receber o auxílio emergencial e voltaram a receber o Bolsa Família.

Quem não faz parte do Bolsa Família, precisa saber qual o número da parcela que recebeu no Ciclo 2 do auxílio emergencial, que terminou no dia 30 de setembro. O número de parcelas de R$ 300 vai depender da quantidade de pagamentos de R$ 600 recebidos. Os beneficiários que receberam a quinta parcela entre 28 de agosto e 30 de setembro terão direito aos quatro pagamentos de R$ 300.

Leia mais: Liberada a NOVA parcela do auxílio emergencial; veja quem recebe

As regras são válidas apenas para trabalhadores que continuarem atendendo aos critérios do programa. Mais de 5,7 milhões de pessoas já foram excluídas na prorrogação. Para saber se ainda tem direito aos pagamentos, basta acompanhar a situação cadastral aplicativo Caixa Tem, no site do auxílio emergencial ou na central de atendimento 111.

Quem recebeu quatro parcelas de R$ 600 entre as datas mencionadas vai receber três parcelas de R$ 300; quem recebeu três de R$ 600 receber duas de R$ 300; beneficiários que receberam duas no ciclo 2, vão receber apenas uma de R$ 300. Por fim, quem recebeu a primeira parcela de R$ 600 no período ou não recebeu nenhuma até as datas não terá direito a novas parcelas.

Mônica Chagas Ferreira é mestranda em Letras pela Universidade Estadual de Maringá (UEM) e formada em Jornalismo pela Universidade Estadual de Londrina (UEL). Como pesquisadora, estuda Análise do Discurso na perspectiva foucaultiana, contemplando relações de saber, poder e política presentes na mídia. Enquanto jornalista, já atuou em rádios e veículos impressos. Atualmente trabalha como assessora de comunicação e redatora do Jornal O Norte.