Bolsa Família 2021: Governo pode AUMENTAR benefício para ESTE valor

Entre as discussões que vêm sendo feitas na gestão federal sobre os programas de benefício, está a proposta de inserir no Bolsa Família um pagamento extra de R$ 200 referente a um auxílio creche ou como premiação para famílias com crianças com bom desempenho escolar e nos esportes. O acréscimo é estudado no cenário de fim do pagamento do auxílio emergencial e o cancelamento da Renda Cidadã.

Bolsa Família 2021: Governo pode AUMENTAR benefício para ESTE valor (Reprodução/Google)
Bolsa Família 2021: Governo pode AUMENTAR benefício para ESTE valor (Reprodução/Google)

A reformulação do programa é estudada para o próximo ano a destinação do valor extra aos estudantes vencedores em Olimpíadas de Matemática e que se destacarem em iniciativas de Ciência e Tecnologia ou eventos esportivos.

De acordo com o portal FDR, o governo teria que fazer um gasto adicional de aproximadamente R$ 5 bilhões para contemplar cerca de 1,8 milhão de beneficiários, com recursos retirados do orçamento adicional do Bolsa Família previsto para 2021.

Leia mais: Casa Verde e Amarela GANHA mais de R$ 5 BILHÕES em recursos do FGTS ainda neste ano

O acréscimo de gasto do programa está previsto na proposta de Lei Orçamentária para o ano que vem, passando de R$ 29,5 bilhões para R$ 34,8 bilhões. O portal publicou que, segundo informou o ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni, as mudanças no Bolsa Família serão apresentadas pelo presidente da República no mês de dezembro.

Mudanças no Bolsa Família

Serão incluídas questões de mérito, premiando com dinheiro as famílias de alunos que tiverem um bom desempenho escolar, acesso das gestantes de baixa renda ao programa e no encerramento de uma espécie de intermediação entre beneficiários e empresas que buscam trabalhadores.

Outro ponto a ser alterado seria a transferência do programa para uma plataforma digital. Com a proposta, seriam incluídos os beneficiários do Cadastro Único (CadÚnico) do Ministério da Cidadania e todos os auxílios pagos pelo governo federal a essas pessoas.

Leia mais: Bolsonaro diz não saber ‘onde buscar dinheiro’ para financiar Renda Cidadã em 2021, e agora?

Recursos para o futuro

Um dos recursos a serem utilizados para o funcionamento do Bolsa Família no próximo ano é o empréstimo de US$ 1 bilhão que o Banco Mundial fez para o Brasil.

“O projeto financiará a ampliação do programa, e expandirá a proteção para ao menos 1,2 milhão de famílias pobres que continuarão a precisar de apoio após o fim do auxílio emergencial”, informou o Banco Mundial ao Estado de Minas à época do anúncio do repasse.

Jornalista graduada pela FAPCOM (Faculdade Paulus de Tecnologia e Comunicação). Foi repórter do site MigraMundo e Startupi, atuou na comunicação de ONG e em assessoria de imprensa. Atualmente trabalha como jornalista freelancer e redatora do Jornal O Norte.