Bolsonaro rejeita proposta atual do Renda Brasil e gera impasse com a equipe econômica

Presidente rejeita a proposta da equipe econômica de R$ 250,00 para o Renda Brasil, substituto do Bolsa Família. Bolsonaro quer um valor maior do que foi proposto pela equipe econômica.

Bolsonaro rejeita proposta atual do Renda Brasil e gera impasse com a equipe econômica
Bolsonaro rejeita proposta atual do Renda Brasil e gera impasse com a equipe econômica. (Fonte:Google)

Bolsonaro participou de um evento em Minas Gerais na manhã dessa quarta-feira, 26. Em seu discurso, ele voltou a falar sobre seu novo programa social, o Renda Brasil. Contudo, demonstrou não concordar completamente com sua equipe econômica.

Programa suspenso por Bolsonaro

O valor de R$250,00 gerou um impasse tão grande entre Bolsonaro e a equipe do Ministro da Economia, Paulo Guedes, que ele decidiu não enviar a proposta para votação, atitude inesperada. E, então, suspendeu o programa.

Sobre o assunto, ele afirmou que:

“Ontem discutimos a possível proposta do Renda Brasil, e falei está suspenso. A proposta como apareceu para mim não será enviada ao parlamento. Não posso tirar de pobre para dar a paupérrimos”

Para o presidente é preciso analisar bem de onde vai sair o dinheiro que irá custear o programa.

A princípio, se falou em extinguir o abono e outros benefícios do cidadão brasileiro. No entanto, Bolsonaro, em seu discurso, demonstrou ser contra essa alternativa:

Abono para quem ganha até 2 salários mínimos, não podemos tirar isso de 12 milhões de pessoas para dar ao Bolsa Família, ao Renda Brasil ou como for chamar esse novo programa”.

Bolsonaro X Guedes

O que aconteceu na manhã dessa quarta-feira foi o reflexo das divergências que Bolsonaro tem encontrado dentro do seu governo, com seus próprios ministros.

Bolsonaro vem sinalizando que não quer extinguir nenhum programa ou benefício. Enquanto que Paulo Guedes acha que benefícios que não alcançam uma parcela tão representativa da população deveriam ter seu caixa destinado à realização de outras ações governamentais.

Leia mais: Depois da popularidade crescente no Nordeste, Bolsonaro quer aumentar o valor do Renda Brasil

Mas, e o auxílio?

Outro impasse é quanto ao auxílio emergencial. Atualmente, o valor do auxílio é R$600,00. No entanto, deve diminuir com a prorrogação do benefício. Porém, Bolsonaro demonstrou insatisfação quanto ao valor defendido pela equipe do Ministério da Economia.

Na semana passada o presidente afirmou que:

“Então, os R$ 600 é muito […]alguém da falou Economia em R $ 200, eu acho que é pouco, mas dá para chegar a um meio termo e nós buscarmos que ele seja prorrogado”.

Facebook Comments

Jamille Pereira Novaes é graduada em Letras Vernáculas pela Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (UESB), pós-graduada em Gestão da Educação pelo Centro Universitário Maurício de Nassau (UNINASSAU). Como professora de Língua Portuguesa já atuou no ensino fundamental I e II. Atualmente, trabalha com professora de Língua Portuguesa no ensino técnico e redatora do jornal O Norte.