Cadastro Único garante acesso ao Bolsa Família, Casa Verde e Amarela e CNH Social em 2021

O Cadastro Único (CadÚnico) é um método de coleta e identificação de dados das famílias de baixa renda no Brasil. O intuito é realizar o direcionamento das pessoas que estão em vulnerabilidade econômica aos projetos sociais e à inscrição para recebimento dos benefícios do Governo Federal.

Cadastro Único garante acesso ao Bolsa Família, Casa Verde e Amarela e CNH Social em 2021
Cadastro Único garante acesso ao Bolsa Família, Casa Verde e Amarela e CNH Social em 2021 (Imagem: Reprodução/ N1)

Por meio do Cadastro Único, as famílias de baixa renda tem o acesso facilitado à programas sociais que garantem o amparo econômico, como por exemplo, Bolsa Família, Casa Verde e Amarela e CNH Social. O programa faz um processo de identificação de dados cadastrais para reconhecimento de pessoas que já estão inclusas no cadastro e também a novos beneficiários.

Parte importante do cadastro é a atualização rotineira para que não haja bloqueio do benefício. As informações exigem comprovante de residência, carteira de trabalho e documentos pessoais dos membros da família.

Leia mais: NOVO auxílio oferece R$ 800 para ESTE grupo em 2021; conheça o programa Seguro Família

Caso haja alguma alteração no núcleo familiar, assim como, nascimentos, mortes ou uma nova fonte de renda, o Governo Federal por meio do CadÚnico precisa ser informado imediatamente.

Os dados cadastrados servem para assistência social de cunho nacional e estadual. As políticas públicas de atendimento ao idoso ou às pessoas de vulnerabilidade econômica são fornecidas com o intuito de garantir uma melhor qualidade de vida à população.

O grupo que pode inscrever no programa são pessoas que recebem individualmente até 1 salário mínimo ou que tenham renda familiar de até 3 salários mínimos.

Os programas Bolsa Família, Casa Verde Amarela e CNH Social também precisam do cadastramento prévio por meio do CadÚnico. O primeiro garante um subsídio mensal a depender da quantidade de membros familiares, o segundo é o substituto do Minha Casa Minha Vida, porém com novas regras, já o CNH Social garante habilitação gratuita para jovens de baixa renda e que desejam uma oportunidade no mercado de trabalho.

Para se inscrever no Cadastro Único?

A inscrição do CadÚnico pode ser feito por meio de visitas de assistentes sociais à domicílios de pessoas de baixa renda. Contudo, pessoas que se incluem nos pré-requisitos citados acima e não recebem nenhum subsídio governamental, podem ir até um Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) e realizar o cadastramento.

Leia mais: Auxílio emergencial 2021: Ministro da Economia dá ultimato sobre prorrogação do benefício

Confira a seguir quais os documentos necessários e as regras para o cadastramento nos programas no Governo Federal:

  • CPF ou título de eleitor no ato do cadastro, exceto para quilombolas o indígenas;
  • O representante familiar tem que ter no mínimo 16 anos;
  • Certidão de nascimento ou casamento de todos os membros familiares;
  • Levar um comprovante de residência;
  • Comprovante de matrícula para crianças e adolescentes menores que 17 anos;
  • Carteira de Trabalho.

Clique e conheça o programas: Bolsa Família, Casa Verde Amarela e CNH Social

Cobertura e repercussão de assuntos que impactam o bolso de todos os brasileiros. A redação do Jornal O Norte traz diariamente assuntos relevantes de uma forma descomplicada e confiável.