Carteira de Trabalho: Passo a passo para emitir documento SEM filas

Sendo um documento obrigatório para os cidadãos que queiram ingressar no mercado de trabalho, a CTPS (Carteira de Trabalho e Previdência Social) é o meio pelo qual os dados funcionais do trabalhador são registrados. Em 2019, o Governo Federal lançou a Carteira de Trabalho Digital, sendo um meio para emitir o documento sem filas.

Carteira de Trabalho: Passo a passo para emitir documento SEM filas (Imagem: Reprodução/Google)
Carteira de Trabalho: Passo a passo para emitir documento SEM filas (Imagem: Reprodução/Google)

A CTPS deve ser emitida pelo cidadão antes de adentrar nas buscas de emprego, pois é o documento que será assinado para contrato de trabalho, com informações sobre a empresa da qual prestará serviço, salário e possíveis atribuições.

Dessa maneira, na Carteira será registrada a data de início do contrato e carga horária semanal, por exemplo.

O registro na carteira de trabalho é uma forma de assegurar os direitos ao cidadão que são previstos em lei. É pela CTPS que as leis da CLT (Consolidação das Leis do Trabalho) podem ser garantidas.

Formalizando ao empregado as garantias trabalhistas, como 13º salário, vale transporte, vale refeição, vale alimentação, FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço) e férias.

Leia mais: Como usar solicitar o seguro desemprego por aplicativo ou site? Veja o passo a passo!

Visando modernizar o acesso às informações da vida laboral do trabalhador, o Ministério da Economia lançou a Carteira de Trabalho Digital, substituindo o documento físico, podendo ser obtido pela plataforma do Governo ou por aplicativo.

O formato digital é oferecido pelo Governo Federal desde 2019, disponível em aplicativo e podendo ser acessado pelo CPF do trabalhador.

Com isso, o intuito do governo é modernizar todos os documentos, transformando-os na versão digital e, com isso, desburocratizar os serviços de emissão.

Veja como emitir a Carteira Digital sem fila pelo app

Para acessar o documento, será necessário baixar gratuitamente o aplicativo Carteira de Trabalho Digital, ou acessar o portal da Secretaria do Trabalho, do Ministério da Economia, via Web. Será preciso obter uma senha para acesso para o portal.

Feito o acesso, as telas da Carteira de Trabalho Digital ficarão visíveis na tela principal contendo as três últimas movimentações do último vínculo, bem como os dados pessoais referente a base de dados do CPF.

Leia mais: Auxílio emergencial em 2021 é prioridade do candidato à Presidência da Câmara

O cidadão será direcionado para responder perguntas sobre a vida laboral; acertando todas as perguntas, o usuário terá acesso aos detalhes dos vínculos. Caso haja alguma divergência nos dados, o trabalhador poderá ajustar conforme as informações corretas.

Feito isso, o cidadão poderá exportar o arquivo PDF da CTPS – toda ou em partes – e enviar uma cópia a qualquer pessoa, comprovando as experiências profissionais, bem como guardá-la em mídia, podendo até imprimir.

Jornalista graduada pela FAPCOM (Faculdade Paulus de Tecnologia e Comunicação). Foi repórter do site MigraMundo e Startupi, atuou na comunicação de ONG e em assessoria de imprensa. Atualmente trabalha como jornalista freelancer e redatora do Jornal O Norte.