Como está retomada do turismo no Amazonas

Com oferta de turismo no Amazonas de contemplação da natureza, o Amazonas busca atrair mais público. Nesse sentido, o governo estadual lançou ano passado o Programa Amazone-se.

Como está retomada do turismo no Amazonas
Como está retomada do turismo no Amazonas (Imagem/Reprodução: Zarpo)

Um dos setores da economia que mais sentiu os impactos da pandemia foi o Turismo, pois, a pandemia exigiu que a circulação de pessoas fosse reduzida e também o fechamento de diversas atividades.

De acordo com a pesquisa “Ambiente de Negócios do Turismo no Amazonas”, feita pela Amazonastur, do número total de empresas do ramo do turismo do estado, 86,32% tiveram diminuição de faturamento por conta da pandemia.

Além disso, 86,32% registraram redução do número de clientes.

Agora, com medidas mais flexíveis, os estados buscam atrair novamente seus turistas. No Amazonas a aposta é no turismo de contemplação da natureza, até porque ali encontramos uma das partes do Brasil mais ricas em flora.

Além disso, o estado também é conhecido pela sua gastronomia, com ingredientes frescos e nativos.

Leia mais: Auxílio Estadual Amazonas: Artistas do AM devem regularizar cadastro

Retomada do turismo no Amazonas

Algumas ações foram tomadas para possibilitar o retorno dessa atividade, entre elas, está a criação do programa Amazone-se, lançado há quase um ano, 18 de setembro.

A ideia do programa era divulgar as belezas do estado para os turistas, tudo isso através de Site, aplicativos, vídeos promocionais, guias digitais e mapas em português, inglês, espanhol e mandarim.

Além disso, na última sexta-feira, 13, o Governo Estadual promoveu uma audiência para discussão do Plano de Desenvolvimento Territorial do Turismo do Estado.

O objetivo do plano, que é elaborado desde outubro de 2020 em parceria com a Fundação Getúlio Vargas (FGV), com a participação de representantes de municípios que compõem o Mapa do Turismo do Amazonas, é alavancar o turismo no estado entre os anos de 2022 a 2032.

“Para construirmos um material robusto para os próximos anos precisamos ter esse diálogo com todos aqueles que vivem do turismo e que também ajudam a movimentar essa cadeia produtiva.

Por isso abrimos esse espaço para uma troca mais direta de informações, incluindo órgão estratégicos como Abav (Associação Brasileira das Agências de Viagens), Afeam (Agência de Fomento do Estado do Amazonas), Sedecti (Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação), Abrasel (Associação Brasileira de Bares e Restaurantes), entre outros”, explica presidente da Amazonastur, Sérgio Litaiff Filho.

Continue acompanhando O Norte e fique bem informado.

Jamille Pereira Novaes é graduada em Letras Vernáculas pela Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (UESB), pós-graduada em Gestão da Educação pelo Centro Universitário Maurício de Nassau (UNINASSAU). Como professora de Língua Portuguesa, já atuou no ensino fundamental I e II. Atualmente, trabalha como professora de Língua Portuguesa no ensino técnico e redatora do Jornal O Norte.