Concurso da Marinha abre 56 vagas para 13 áreas de atuação; confira edital

A Marinha do Brasil está com inscrições abertas para Concurso Público para Admissão ao Curso de Formação para Ingresso no Corpo Auxiliar de Praças da Marinha (CP-CAP) com 56 vagas para 13 áreas de atuação. O curso será realizado no Centro de Instrução Almirante Alexandrino (Ciaa) no Rio de Janeiro.

Concurso da Marinha abre 56 vagas para 13 áreas de atuação; confira edital Foto: Facebook/Marinha do Brasil)
Concurso da Marinha abre 56 vagas para 13 áreas de atuação; confira edital (Foto: Facebook/Marinha do Brasil)

Até às 23h59 do dia 28 de setembro, os interessados podem fazer a inscrição através do site da Marinha do Brasil.
A taxa para participação do concurso público é de R$ 46,00, a isenção de pagamento da taxa poderá ser solicitada entre os dias 9 e 18 de setembro.

Leia mais: Concursos Públicos são afetados diretamente com a nova Reforma; veja o que muda

Recentemente, a Marinha do Brasil publicou retificação do conteúdo programático.

São 56 vagas de nível técnico para a carreira militar, especificamente ao cargo de cabo do CAP, sendo elas:

• Contabilidade: 8 vagas;
• Eletrônica: 3 vagas;
• Enfermagem: 5 vagas;
• Estatística: 5 vagas;
• Geodésia e Cartografia: 3 vagas;
• Gráfica: 4 vagas;
• Marcenaria: 4 vagas;
• Mecânica: 4 vagas;
• Metalurgia: 4 vagas;
• Meteorologia: 4 vagas;
• Motores: 4 vagas;
• Processamento de Dados: 4 vagas;
• Química: 4 vagas.

Processo de participação e requisitos do concurso

Os interessados precisam ter 18 anos completos e menos de 25 anos no primeiro dia do mês de janeiro de 2021. A altura mínima para a participação é de 1,54m e a máxima é de 2m.

É necessário que os candidatos estejam em dia com as obrigações militares e civis.

O edital impede que candidatos que tenham sido responsabilizados por ato lesivo ao patrimônio público de qualquer esfera de governo, em processo disciplinar administrativo, condenado em processo criminal com sentença transitada em julgado, ou se ex-integrante de qualquer uma das Forças Armadas ou de Força Auxiliar, não ter sido excluído ou licenciado a bem da disciplina, salvo em caso de reabilitação.

Os concorrentes serão submetidos a provas escritas, redação, verificação de dados biográficos, inspeção de saúde, avaliação psicológica e mais outros três processos.

As provas escrito-objetivo e a redação poderão ser aplicadas em 37 cidades espalhadas pelo Brasil, com previsão de aplicação na segunda quinzena de dezembro de 2020.

A previsão de início do curso está marcada ao dia 8 de setembro de 2021, conforme determina o edital de abertura. Para ter acesso às informações completas clique aqui.

Facebook Comments

Jornalista graduada pela FAPCOM (Faculdade Paulus de Tecnologia e Comunicação). Foi repórter do site MigraMundo e Startupi, atuou na comunicação de ONG e em assessoria de imprensa. Atualmente trabalha como jornalista freelancer e redatora do Jornal O Norte.