Eleições 2020: Em Recife, Ciro e Marina buscam turbinar campanha de João Campos

Na reta final das eleições, os candidatos à prefeitura de Recife estão recebendo apoio de políticos de relevância nacional. Os ex-candidatos à Presidência, Ciro Gomes (PDT) e Marina Silva (Rede) já declararam apoio a João Campos (PSB), filho do ex-governador Eduardo Campos. Enquanto a petista Marília Arraes tem o ex-presidente Lula a seu lado.

Eleições 2020: Em Recife, Ciro e Marina buscam turbinar campanha de João Campos
Eleições 2020: Em Recife, Ciro e Marina buscam turbinar campanha de João Campos. (Imagem: Divulgação)

No domingo, Ciro desembarcou na capital pernambucana para pedir votos ao candidato. A ideia é criar uma articulação entre PSB e PDT visando as eleições presidenciais de 2022. A vice de João Campos, Isabella de Roldão, é do PDT.

Candidatos buscam apoio na reta final em Recife

No primeiro dia da propaganda eleitoral do segundo turno na TV, a candidata Marília citou o apoio de Lula e mostrou imagens de Chico Buarque, que participa da campanha em favor da petista desde o primeiro turno. O ex-presidente disse que pretende ir à capital se a candidata vencer o pleito.

Leia mais: TSE anuncia como vai funcionar a propaganda eleitoral no 2º turno das eleições 2020

A disputa pelo segundo turno tem sido marcada por acusações e alfinetadas entre os candidatos, que são primos. No primeiro debate realizado nesta segunda etapa, pela Rádio Jornal, até os conflitos familiares vieram à tona.

Marília disse que a viúva do ex-governador Eduardo Campos e mãe de João, Renata Campos, poderia intervir na prefeitura se o adversário for eleito. Por sua vez, o candidato sugeriu que a direção nacional do PT só apoiou a candidatura de Marília para garantir influência no Recife e disse que a prima poderia ser apenas um instrumento para políticos do partido.

Marília também tem o apoio do Podemos, partido da candidata Delegada Patrícia Domingos, derrotada no primeiro turno, além de Armando Monteiro, do PTB, e do prefeito bolsonarista de Jaboatão dos Guararapes, Anderson Ferreira, do PL.

Leia mais: Eleições 2020: Medo de Covid pode ser justificativa para NÃO votar? Saiba mais aqui

As pesquisas de intenções de voto mostram proximidade entre os candidatos. O primeiro levantamento divulgado no segundo turno mostra vantagem de Marília, neta do ex-governador Miguel Arraes, com 55%; João Campos tem 45% dos votos válidos.

No primeiro turno, o resultado também foi próximo, com 29,13% dos votos para João Campos e 27.90% para Marília, de acordo com os dados da Justiça Eleitoral.

Mônica Chagas Ferreira é mestranda em Letras pela Universidade Estadual de Maringá (UEM) e formada em Jornalismo pela Universidade Estadual de Londrina (UEL). Como pesquisadora, estuda Análise do Discurso na perspectiva foucaultiana, contemplando relações de saber, poder e política presentes na mídia. Enquanto jornalista, já atuou em rádios e veículos impressos. Atualmente trabalha como assessora de comunicação e redatora do Jornal O Norte.