Enem 2020: Saiba QUEM poderá realizar a prova em fevereiro de 2021

As datas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2020, que aconteceriam em novembro, foram remanejadas para janeiro de 2021. O motivo da decisão foi em virtude da pandemia do novo coronavírus. Pela primeira vez na história do exame, as provas não acontecerão no ano marcado e, com isso, os programas que auxiliam o estudante a ingressar no nível superior também tiveram calendário modificado. Quem estiver com sintomas da doença poderá pedir reaplicação da prova.

Enem 2020: Saiba QUEM poderá realizar a prova em fevereiro de 2021
Enem 2020: Saiba QUEM poderá realizar a prova em fevereiro de 2021 (Imagem: Reprodução/Google)

Nesta nova edição do Enem, as provas serão aplicadas em modelo impresso ou digital. As provas na modalidade convencional acontecerão nos dias 17 e 24 de janeiro, já o modelo online está previsto para 31 de janeiro e 7 de fevereiro. As provas acontecerão em ambientes de informática nas escolas conveniadas de aplicação do exame.

A reaplicação das provas acontecerão mediante comprovação por contaminação do novo coronavírus ou se o participante for acometido de alguma doença infectocontagiosa. Sendo assim, para este público alvo, o exame vai acontecer nos dias 23 e 24 de fevereiro de 2021.

A reaplicação das provas só será realizada para os alunos que informarem antecipadamente o estado de saúde junto à Página do Participante.

Mais sobre o Enem 2020

O Enem é o 2º vestibular maior do mundo e o 1º do Brasil. A intenção das provas foi reformulada a partir de 2009. Antes, a aplicação era destinada apenas para analisar o ensino médio do país. Atualmente, é o principal meio de entrada nas universidades públicas e privadas.

Leia mais: MEC anuncia novas informações sobre o SISU 2021; confira detalhes do sistema de seleção

A prova conta com 180 questões e divididas em 2 dias de aplicação. Entre as disciplinas cobradas estão: Linguagens e Tecnologias, Matemática, Códigos e Suas Tecnologias, Ciências Humanas e Suas Tecnologias, Ciências da Natureza e Redação.

As questões são de múltipla escolha e a redação é no modelo dissertativo-argumentativo. O participante precisa apresentar uma contextualização e uma solução para o problema proposto no tema.

Essa é uma das etapas de mais reprovação no exame e os principais motivos são fuga do tema, falta de coesão e coerência, ausência de conclusão adequadas ou quantidade de linhas menor que o necessário.

Por meio do Enem, o inscrito pode se inscrever no SISU, que é um programa destinado às universidades públicas, e através do Prouni, onde o aluno pode concorrer às vagas de instituições privadas.

Cobertura e repercussão de assuntos que impactam o bolso de todos os brasileiros. A redação do Jornal O Norte traz diariamente assuntos relevantes de uma forma descomplicada e confiável.