Enem 2021 terá modelo seriado INÉDITO para estudantes; conheça a modalidade

O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) chegou em 2020 com uma novidade: a prova digital. Para 2021, o exame, mais uma vez, se reinventa. Dessa vez, se trata de uma nova modalidade: o método seriado, que consiste em uma avaliação anual, ao fim de cada série do Ensino Médio.

Enem 2021 terá modelo seriado INÉDITO para estudantes; conheça a modalidade
Enem 2021 terá modelo seriado INÉDITO para estudantes; conheça a modalidade (Imagem: Montagem / Jornal O Norte)

O método já é conhecido em outras universidades do país, como a Universidade Federal de Viçosa, em Minas Gerais, que usa a modalidade como forma de ingresso na instituição.

Em suma, consiste em realizar uma prova no final de cada série do Ensino Médio e, ao final das três provas, gerar um resultado com a soma das três notas conquistadas pelo aluno. Ela dará acesso a programas educacionais como o Programa Universidade para Todos (ProUni) e Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) em 2021.

A modalidade irá atender todos os estudantes, tanto da rede pública quanto privada. As provas devem ser realizadas pela internet.

Este novo formato tem o intuito de oferecer mais uma oportunidade ingresso aos estudantes nas instituições de Ensino Superior. A expectativa é que a modalidade possa ser aplicada também no Sisu. Para isso acontecer, porém, depende do aval de cada universidade.

Leia mais: Enem 2020: Saiba QUEM poderá realizar a prova em fevereiro de 2021

Vale frisar que a participação no Enem Seriado não veta a participação no Enem regular, já conhecido. Eles não são excludentes, mas complementares, segundo Eduardo Carvalho Sousa, coordenador-geral de exames para certificação do Inep.

“O aluno que fizer o Enem seriado em 2021 também pode fazer o Enem regular. As duas provas não serão na mesma data, para que o aluno possa concorrer a uma vaga por meio dos dois processos seletivos”, explicou Eduardo Sousa.

Isabela Veríssimo

Isabela Veríssimo é jornalista formada pela Universidade Católica de Pernambuco (UNICAP) com passagens por redações, desde 2016, como o Diario de Pernambuco, Jornal do Commercio e Rede Globo. Atualmente dedica-se ao Jornal O Norte.