Gasolina mais cara! Petrobras anuncia reajuste dos preços do combustível em todo o país

Na semana passada, a Petrobras anunciou o reajuste nos preços da gasolina, de 6%, e do diesel, de 5%. Os novos preços estão valendo desde a última sexta-feira (21) e são referentes ao cobrado nas vendas às distribuidoras. Para os motoristas, no entanto, o valor final nos postos agrega outros custos e varia segundo o mercado.

Gasolina mais cara! Petrobras anuncia reajuste dos preços do combustível em todo o país
Gasolina mais cara! Petrobras anuncia reajuste dos preços do combustível em todo o país (Imagem: Reprodução Google)

Com mais esse ajuste proposto pela Petrobras, a tabela de preços do diesel passa, ao todo, pela 18ª alteração somente em 2020. Já na gasolina foram, no total, 23 alterações até o momento.

Preço médio da gasolina no país

Segundo o levantamento semanal da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), o preço médio da gasolina comum no país foi de R$ 4,234, entre 8 e 15 de agosto. O diesel S-500 foi de R$ 3,364. Já o etanol, de R$ 2,769. E o gás de cozinha, de R$ 70,01, para o botijão de 13 kg.

Os preços do levantamento são com base no valor vendido para as distribuidoras a partir das refinarias. Aliás , como cada ponto de venda tem sua própria política de preços, o valor final ao consumidor depende do mercado. Por trás disso há os valores de impostos, custos operacionais e de mão de obra.

Leia mais: Presidente quer prorrogar auxílio e fala em valor entre R$200 e R$ 600; confira

“Nossa política de preços para a gasolina e o diesel vendidos às distribuidoras têm como base o preço de paridade de importação, formado pelas cotações internacionais destes produtos mais os custos que importadores teriam, como transporte e taxas portuárias, por exemplo. A paridade é necessária porque o mercado brasileiro de combustíveis é aberto à livre concorrência, dando às distribuidoras a alternativa de importar os produtos”, explica, em nota, a ANP .

Valor do combustível para o consumidor

Ainda assim, de acordo com a companhia, a gasolina e o diesel vendidos às distribuidoras são diferentes dos produtos no posto de combustíveis.

Ademais, nos postos são os combustíveis do tipo A. Nesse sentido, é a gasolina antes da sua combinação com o etanol e diesel sem adição de biodiesel. 

Os produtos vendidos nas bombas ao consumidor final são formados a partir do tipo A misturados a biocombustíveis“, finaliza a estatal.

Facebook Comments