Governo confirma valor do NOVO salário mínimo para 2021; confira!

O salário mínimo será de R$ 1.067 em 2021, segundo o projeto do Orçamento enviado ao Congresso. O reajuste foi reduzido pelo governo por causa da queda da inflação. Pelo projeto de Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) enviado em abril, o valor seria de R$ 1.075 no próximo ano.

Governo confirma valor do NOVO salário mínimo para 2021; confira!
Governo confirma valor do NOVO salário mínimo para 2021; confira! (Imagem: Reprodução Google)

De acordo com o Ministério da Economia, a queda da inflação, puxada pela retração da atividade econômica impactou o reajuste final. A estimava era que o Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) encerraria 2020 em 3,19%, segundo a pasta. O percentual foi revisado para 2,09%, no projeto de Orçamento enviado recentemente.

Fatores econômicos sobre o salário mínimo

Até 2019, o reajuste deveria obedecer à regra de correção do INPC do ano anterior mais a variação do Produto Interno Bruto (PIB), que é a soma dos bens e serviços produzidos, de dois anos anteriores. Agora, o salário mínimo é corrigido apenas pelo INPC.

A antiga lei, de 2007, garantia que o valor tivesse aumento real acima da inflação, acompanhando o crescimento econômico. A definição fazia parte da política de valorização do salário mínimo das gestões petistas. O governo Bolsonaro decidiu não substituir a política para o salário mínimo por outra e manteve o reajuste apenas pela inflação.

Leia mais: FGTS emergencial: Caixa libera MAIS uma parcela nesta semana; veja quem recebe

As estimativas de crescimento econômico para 2021, na comparação com os parâmetros da LDO, também foi reduzida e prejudicou o valor do salário mínimo. A projeção de crescimento do PIB passou de 3,3% para 3,2%. Já a previsão para o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), considerado índice oficial de inflação, caiu de 3,65% para 3,24%.

Outros parâmetros da economia também foram revisados. A queda da taxa de juros básicos, Selic, prevê o encerramento em 2,13% ao ano. A projeção de abril era de 4,33% ao ano. Além disso, o dólar médio chegará a R$ 5,11 em 2021; a estimativa anterior da LDO era de R$ 4,29.

A previsão de rombo nas contas públicas em 2021 também subiu desde abril, passando de 149,61 bilhões para R$ 233,6 bilhões. A perspectiva da receita líquida é de R$ 1,283 trilhão em 2021, o que representa queda de R$ 97,3 em relação ao cálculo de abril. As despesas para o próximo ano foram estimadas em R$ 1,517 trilhão.

Facebook Comments

Mônica Chagas Ferreira é mestranda em Letras pela Universidade Estadual de Maringá (UEM) e formada em Jornalismo pela Universidade Estadual de Londrina (UEL). Como pesquisadora, estuda Análise do Discurso na perspectiva foucaultiana, contemplando relações de saber, poder e política presentes na mídia. Enquanto jornalista, já atuou em rádios e veículos impressos. Atualmente trabalha como assessora de comunicação e redatora do Jornal O Norte.