Governo de AM anuncia reforço contra crimes ambientais na região

Aumento das queimadas no Amazonas faz governo do AM aumentar o efetivo de operações e equipamentos. Os crimes ambientais têm crescido bastante na região nesse segundo semestre.

Governo de AM anuncia reforço contra crimes ambientais na região
Governo de AM anuncia reforço contra crimes ambientais na região (Imagem/Reprodução: Governo do AM)

Estamos na terceira semana do mês de agosto já é o mês que registra o mais alto índice de queimadas de 2021.

Até o dia 14 de agosto o estado já registrava 4.167 queimadas.

O número chama bastante atenção, principalmente se comparado ao registro do mês anterior, julho, quando o Amazonas teve 1.173 focos de incêndio.

“Temos acompanhado diariamente todas as informações dos alertas, tanto do desmatamento, quanto de queimadas. Como estamos entrando em um período de seca, por causa do verão amazônico, há um aumento de alertas de queimadas, em especial concentrado no Sul do Estado”, afirmou Eduardo Costa Taveira, secretário de Estado do Meio Ambiente (Sema).

Governo do AM cria força tarefa contra crimes ambientais

A preocupação é grande quanto a esse crescimento, nesse sentido, uma força tarefa foi criada para combater os incêndios de todo o estado.

As operações vão se concentrar principalmente na região Sul do estado.

Para isso, o investimento foi de R$ 615 mil, valor usado para:

  • Estruturação das brigadas, aumento de 312 pessoas (137 servidores do Estado e 175 brigadistas florestais)
  • Compra de equipamentos, 4,6 mil itens operacionais ao todo.

Além disso, também houve um investimento na Operação Tamoiatatá, voltada ao combate do desmatamento e queimadas ilegais no Amazonas.

Leia mais: Auxílio Estadual Amazonas: Artistas do AM devem regularizar cadastro

De acordo com Eduardo Costa Taveira, ao todo 12 municípios amazonenses serão atendidos pelas operações.

Sendo que a prioridade é atender às cidades de Lábrea, Apuí e Boca do Acre, em que se concentram o maior número de focos de incêndios.

 “Estamos em situação de emergência ambiental. Temos um comitê permanente que o ano todo avalia essas questões, os locais onde há maior incidência. Hoje, estamos inaugurando a segunda etapa da operação, alinhando o trabalho de agentes, brigadistas e tecnologia para identificar esses focos de desmatamento e de queimadas”, informou o governador do Amazonas, Wilson Lima.

Continue acompanhando O Norte e fique bem informado.

Jamille Pereira Novaes é graduada em Letras Vernáculas pela Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (UESB), pós-graduada em Gestão da Educação pelo Centro Universitário Maurício de Nassau (UNINASSAU). Como professora de Língua Portuguesa, já atuou no ensino fundamental I e II. Atualmente, trabalha como professora de Língua Portuguesa no ensino técnico e redatora do Jornal O Norte.