Governo divulga proposta de orçamento e valor do salário mínimo para 2021

Na última terça-feira (17), o Ministério da Economia informou que a inflação de 2020 aumentou, e por isso, as expectativas para o ano que vem é que sejam ainda mais apertadas. Com isso, o salário mínimo deve crescer para acompanhar. A expectativa é que haja um aumento de R$20,84 no valor mínimo.

Governo divulga proposta de orçamento e valor do salário mínimo para 2021
Governo divulga proposta de orçamento e valor do salário mínimo para 2021 (Imagem: Jornal O Norte)

A Secretaria de Política Econômica (SPE) informou que a inflação elevou de 2,35% para 4,10% referentes a estimativa para este ano.

O salário mínimo serve como base para o Governo, e esse aumento previsto também será maior do que foi estimado no início do ano. Atualmente, o valor do salário base é de R$1.045, e se não houver mudanças no cálculo é certeza de que haja um aumento em 2021.

O INPC acumulado de 2020 pontua que o valor deve subir para R$1.087 no ano que vem, resultando em R$20,84 a mais na última proposta feita pelo Governo Federal.

Em agosto, o valor previsto era de R$1.067 e hoje em dia o salário mínimo serve como referência para benefícios previdenciários, assistências sociais oferecido pelo Estado, e também para trabalhadores.

O Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Diesee) afirma que, cerca de 49 milhões de pessoas devem ser afetadas, em todo o Brasil.

A Constituição que prevê as leis, determina que o valor do salário mínimo deve ser corrigido com base na variação do ano anterior.

Leia mais: Benefícios que terão AUMENTO com o anúncio do novo salário mínimo 2021

As consequências do aumento do salário mínimo

De fato, uma crise econômica vem sendo agravada no Brasil, e por isso deve haver um grande impacto nas contas públicas.

Para conceder um reajuste maior, o Governo Federal deve gastar ainda mais, por que os benefícios previdenciários dependem do valor base, e não podem ser menores do que o valor mínimo.

De acordo com especialistas, os cálculos pontuam que a cada R$1 de aumento no valor mínimo, é criada uma despesa de quase R$355 milhões para as contas públicas do Brasil, em 2020.

Por isso, um reajuste de R$20,84 a mais em 2021, deve resultar em aproximadamente R$7,4 bilhões de reais a mais nas despesas do Estado.

Larissa Luna é graduanda em Psicologia pela Faculdade Frassinetti do Recife (FAFIRE) e graduanda em Ciências Sociais pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE). Como universitária, estuda analises de pesquisas feitas a partir de conceitos sociológicos e antropológicos em paralelo com a Psicologia. Atualmente dedica-se a redação do Jornal O Norte.