Imposto de Renda 2021: CINCO informações importantes ANTES de fazer a declaração

Ainda que o prazo para declarar o Imposto de Renda Pessoa Física de 2021 não tenha sido divulgado, é importante começar a preparar a declaração e ficar atento para saber o que é preciso fazer antes de acessar tantos números.

Imposto de Renda: Saiba se VOCÊ precisa pagar e como pedir isenção
Imposto de Renda 2021: CINCO informações importantes ANTES de fazer a declaração (Imagem: Marcelo Camargo/Agência Brasil)

O IRPF é um tributo cobrado anualmente pelo governo federal sobre os lucros de pessoas e de empresas. 

O seu valor é pago de acordo com os rendimentos declarados, de forma que aqueles com uma renda maior tendem a pagar mais impostos, enquanto o cidadão com renda menor pagam menos.

Quem deve declarar?

Todos que receberam ganhos tributários acima de R$28.559,70 em 2020, que mensalmente corresponde a R$2.379,98. Estão inclusos na renda tributária: salários, horas extras, férias, aluguéis, rendimentos de investimentos que possuem tributação e pensões.

Devem declarar:

  • Contribuintes que receberam rendimentos isentos, não tributáveis ou tributados na fonte em valor superior a R$40 mil;
  • Se teve um ganho com a venda de bens, como veículos, joias, casas;
  • Se você comprou ou vendeu ações na Bolsa de Valores;
  • Se possui bens que somados ultrapassam o valor de R$ 300 mil;
  • Caso tenha recebido mais de R$142.798,50 em atividades rural;
  • E por fim, quem começou a ser residente no Brasil.

Leia mais: Concurso 2021: Depen abre 309 vagas com salários de até R$ 6 mil

Quem fica isento?

Atualmente a isenção alcança apenas aqueles que ganham até R$ 1.903,98 no mês. Contudo, de acordo com Jair Bolsonaro, a meta para 2022 é que a isenção chegue para os que ganham até R$ 3 mil. 

O objetivo era que o reajuste acontecesse este ano, mas por causa da pandemia do novo coronavírus, não foi possível.

Prazo para declarar o Imposto de Renda

Em 2020, a data para entrega iniciou no dia 2 de março e foi até às 23h59min59s do dia 30 de junho por causa da pandemia.

Contudo a normalidade é com o prazo de até 60 dias para que o contribuinte fique em dia. 

Como declarar? 

Atualmente o processo é feito através do Programa IRPF, disponível no site da Receita Federal. Assim como ocorreu nos anos anteriores, é possível também baixar o app ‘Meu Imposto de Renda’. 

O que acontece com aqueles que não declaram? 

Aqueles que não fizerem a declaração podem ter o CPF cancelado, pagar multas, além de ficar com restrições de crédito.

E caso a declaração seja entregue com atraso, vai ter impacto nas finanças pessoais do contribuinte.