João Pessoa anuncia volta às aulas para alunos do ensino médio e superior

A Prefeitura de João Pessoa divulgou o calendário de retorno das aulas presenciais em instituições de ensino do município. Inicialmente, estão liberadas a partir de hoje (5) as atividades do ensino superior; a partir de 13 de outubro, o ensino médio passa a ser flexibilizado gradativamente.

João Pessoa anuncia volta às aulas para alunos do ensino médio e superior
João Pessoa anuncia volta às aulas para alunos do ensino médio e superior. (Imagem: Secretaria de Educação/PE)

O anúncio foi feito pelo prefeito Luciano Cartaxo (PV) em uma entrevista coletiva. O gestor também apresentou novos protocolos de flexibilização para outros setores. Mesmo com a liberação, a decisão de retomada das aulas presenciais fica a cargo das instituições de ensino, que podem optar por manter atividades remotas.

Confira o plano de retorno das aulas em João Pessoa

A volta poderá ser organizada com 50% da capacidade das salas, em cursos e no ensino superior. No caso do ensino médio, estão liberadas turmas presenciais do terceiro ano a partir do dia 13 de outubro. As aulas para o segundo ano poderão voltar a partir do dia 19 de outubro e as do primeiro ano, no dia 26 de outubro. A capacidade das salas também é restrita em 50%.

O transporte escolar precisará seguir novos protocolos de segurança e limitar a lotação. Segundo o prefeito, turmas de educação infantil e fundamental vão aguardar mais um pouco, pois a gestão está fazendo uma avaliação criteriosa e analisando os riscos.

Leia mais: Prefeito de João Pessoa avança mais uma etapa de flexibilização no município

Os novos protocolos da Prefeitura de João Pessoa também incluem bares e restaurantes, que poderão funcionar em horário ampliado, até meia noite. Apresentações musicais estão restritas a três artistas no palco.

Espaços de lazer abertos, como o Parque Sólon de Lucena, a Lagoa, volta a funcionar com a liberação de atividades físicas, sem aglomeração de pessoas. Já o Parque Zoobotânico Arruda Câmara, a Bica, vai reabrir a partir de 15 de outubro.

A Associação Paraibana de Promotores de Eventos (Apage) publicou uma nota lamentando que o setor de grandes eventos não foi contemplado com o novo decreto. Segundo o presidente, Fábio Henrique, havia um pedido para que a prefeitura conversasse com o setor, que está há quase sete meses sem trabalhar.

Mônica Chagas Ferreira é mestranda em Letras pela Universidade Estadual de Maringá (UEM) e formada em Jornalismo pela Universidade Estadual de Londrina (UEL). Como pesquisadora, estuda Análise do Discurso na perspectiva foucaultiana, contemplando relações de saber, poder e política presentes na mídia. Enquanto jornalista, já atuou em rádios e veículos impressos. Atualmente trabalha como assessora de comunicação e redatora do Jornal O Norte.