Macapá libera a abertura de shoppings durante a nova fase da flexibilização do comércio

A Prefeitura de Macapá alterou o decreto de reabertura gradual do comércio e passou a permitir a circulação de pessoas em shoppings centers e galerias. Os espaços estavam fechados há quatro meses em razão da pandemia. A flexibilização passou a valer na segunda-feira (20) e não inclui o funcionamento de cinemas, parquinhos e playgrounds.

Macapá libera a abertura de shoppings durante a nova fase da flexibilização do comércio
Macapá libera a abertura de shoppings durante a nova fase da flexibilização do comércio. (Imagem: Max Renê/ PMM)

Para que os estabelecimentos possam atender os clientes de forma presencial devem seguir algumas regras, como a higienização constante de superfícies, disponibilização de álcool em gel, aferição de temperatura, controle de acesso e distanciamento de 1,5 metro entre as pessoas. O decreto determina que o horário de atendimento dos shoppings deve ser das 12 às 20 horas.

Leia mais: Eleições 2020: Conheça os principais pré-candidatos à prefeitura de Macapá

Regras para reabertura de shoppings em Macapá

O acesso do público deve ser limitado em áreas comuns, com quatro metros quadrados por pessoa e distanciamento de 1,5 metro;

O uso de máscaras é obrigatório para todos em tempo integral e os acessórios devem cobrir boca e nariz;

No acesso ao shopping, um funcionário deve aferir a temperatura de colaboradores, lojistas, funcionários e clientes. Pessoas com temperatura acima de 37,8 graus devem ser orientadas a buscar atendimento médico;

  • Em locais de filas, marcadores no chão devem indicar a distância de 1,5 metro;
  • O uso de elevadores deve ser restrito a deficientes, gestantes ou pessoas com dificuldade de deslocamento;
  • Os lojistas devem evitar promoções que aglomerem pessoas;
  • Degustações estão proibidas;
  • Todas as portas de acesso e saída do shopping, banheiros e outros locais devem disponibilizar álcool 70% ou soluções antissépticas;
  • Os locais devem ter ventilação constante com portas e janelas abertas;
  • Bebedouros devem ser desativados e bancos, sofás e outro tipos de assentos nos corredores devem ser retirados;
  • É proibido provar roupas, acessórios e cosméticos;
  • É proibida a entrada de crianças menores de 12 anos e idosos acima de 60 anos.

A terceira fase de reabertura do comércio está prevista para terminar no final de julho. Depois, a gestão municipal vai avaliar a situação da Covid-19 para decidir se pode avançar nas liberações.

O estado do Amapá contabiliza 34.145 casos confirmados de Covid-19 e 515 mortes. Na capital, são 14.894 confirmações e 331 óbitos pela doença.

Mônica Chagas Ferreira é mestranda em Letras pela Universidade Estadual de Maringá (UEM) e formada em Jornalismo pela Universidade Estadual de Londrina (UEL). Como pesquisadora, estuda Análise do Discurso na perspectiva foucaultiana, contemplando relações de saber, poder e política presentes na mídia. Enquanto jornalista, já atuou em rádios e veículos impressos. Atualmente trabalha como assessora de comunicação e redatora do Jornal O Norte.