MEC muda previsão e define NOVA DATA para volta às aulas presenciais em 2021

Em nova portaria publicada nesta terça-feira (8), o MEC (Ministério da Educação) mudou a previsão para o retorno às aulas presenciais. A nova data estabelecida para a volta às instituições federais de ensino é a partir de 1º de março de 2021, desde que unidades sigam os protocolos de prevenção da Covid-19. O decreto altera a data publicada no dia 2 de dezembro, que daria o início letivo presencial em 4 de janeiro.

MEC muda previsão e define NOVA DATA para volta às aulas presenciais em 2021 (Imagem: Isac Nóbrega/PR)
MEC muda previsão e define NOVA DATA para volta às aulas presenciais em 2021 (Imagem: Isac Nóbrega/PR)

O novo texto foi publicado em edição extra do Diário Oficial da União e assinado pelo ministro Milton Ribeiro, instruindo que os institutos e universidades federais poderão continuar usando atividades virtuais para substituir o ensino presencial. Em março, os meios digitais deverão ser usados somente em caso complementar.

Leia mais: MEC divulga cronograma do ProUni e FIES 2021; inscrições começam em breve

Diferente da portaria publicada anteriormente, a nova publicação possibilita que as autoridades locais suspendam as atividades letivas presenciais, levando em conta as condições sanitárias da região a depender dos casos de contaminação do novo coronavírus. Os prazos poderão ser alterados de acordo com quadro epidemiológico do país.

Em caso de suspensão das atividades de ensino, mesmo que os gestores de cada região tenham a possibilidade do feito, as instituições deverão comunicar a decisão ao MEC em até 15 dias.

Atendimento às instituições de ensino

No último dia 2 de dezembro, o MEC havia publicado portaria determinando o retorno das aulas presenciais nas unidades de ensino em janeiro de 2021. Cinco horas depois, revogou a decisão devido à repercussão das Universidades Federais. As instituições haviam se recusado a retornar às salas de aula por conta da pandemia do novo coronavírus.

As Universidades Federais se recusaram a retomar o ensino presencial devido à Covid-19 e o atual momento da pandemia, fazendo pressão ao Governo Federal.

Leia mais: ProUni 2021: Confira calendário completo, detalhes das inscrições e NOVAS regras

O Ministro da Educação chegou a afirmar à CNN que iria liberar o retorno às aulas somente quando as instituições também estivessem confiantes de que as aulas poderiam ocorrer em segurança.

Já no dia 6 de dezembro, de acordo com o portal G1, o ministro Milton Ribeiro reuniu-se com representantes de universidades públicas e privadas. Depois do encontro, ele se comprometeu a se pronunciar “em breve” sobre a portaria.

Jornalista graduada pela FAPCOM (Faculdade Paulus de Tecnologia e Comunicação). Foi repórter do site MigraMundo e Startupi, atuou na comunicação de ONG e em assessoria de imprensa. Atualmente trabalha como jornalista freelancer e redatora do Jornal O Norte.