Ministério da Economia vai contratar cerca de 100 profissionais temporários

Foi publicada nesta terça-feira (06), no DOU (Diário Oficial da União) uma portaria autorizando o Ministério da Economia a contratar até 100 profissionais, em caráter temporário, para desenvolver atividades relacionadas à Prestação de Contas e à Tomada de Contas Especial no âmbito da Secretaria Especial de Produtividade, Emprego e Competitividade e da Secretaria de Políticas Públicas de Emprego do Ministério da Economia.

Ministério da Economia vai contratar cerca de 100 profissionais temporários (Geraldo Magela / Agência O Globo)
Ministério da Economia vai contratar cerca de 100 profissionais temporários (Geraldo Magela / Agência O Globo)

A portaria de nº 21.566, de setembro de 2020, especifica que as contratações dependerão de prévia aprovação em processo seletivo simplificado ainda a ser divulgado, tendo o prazo de seis meses até a data da sua publicação. Acesse a portaria neste link.

O prazo de duração dos contratos será de no máximo quatro anos, podendo ser prorrogado, desde que justificado, com base nas necessidades de conclusão das atividades para qual o processo seletivo se destina.

Leia mais: Renda Cidadã: Programa terá recursos do Fundeb e espera aprovação de Guedes

De acordo com o edital, os profissionais atenderão a necessidades temporárias de “excepcional interesse público”.
O Ministério da Economia definirá a remuneração dos profissionais a serem contratados, em conformidade com legislação especificada na resolução.

Recursos para o processo seletivo do Ministério da Economia

A autorização do edital fica factível à declaração do ordenador de despesas responsável quanto à adequação orçamentária, e as contratações serão formalizadas mediante disponibilidade de recursos orçamentárias.

“As despesas com as contratações autorizadas pela portaria correrão à conta das dotações orçamentárias do Ministério da Economia, consignadas no Grupo de Natureza de Despesa – GND “1 – Pessoal e Encargos Sociais”, tendo em vista que visam à substituição de servidores e empregados públicos, nos termos do § 1º do art. 105 da Lei nº 13.898, de 11 de novembro de 2019, Lei de Diretrizes Orçamentárias de 2020”, segundo portaria publicada no Diário Oficial da União desta terça-feira.

Das possíveis vagas

Segundo anexo publicado com a portaria autorizando a contratação pelo Ministério da Economia, as 100 vagas serão distribuídas em quatro cargos, sendo eles: Coordenador de Análise de Prestação de Contas Temporário, com 4 vagas, Analista de Prestação de Contas Temporário, com 48, Agente de Apoio de Prestação de Contas Temporário, com 8 e Analista de instauração de Tomada de Contas Especial, com 40.

Jornalista graduada pela FAPCOM (Faculdade Paulus de Tecnologia e Comunicação). Foi repórter do site MigraMundo e Startupi, atuou na comunicação de ONG e em assessoria de imprensa. Atualmente trabalha como jornalista freelancer e redatora do Jornal O Norte.