Moradores do Amazonas podem ter até 100% de desconto nas contas de energia ATRASADAS

A Amazonas Energia está oferecendo descontos para quem quitar as contas atrasadas até 31 de dezembro. A ação é uma parceria com a Câmara de Dirigentes e Lojistas de Manaus (CDL) e tem o objetivo de auxiliar moradores que estejam em débito com a empresa.

Moradores do Amazonas podem ter até 100% de desconto nas contas de energia ATRASADAS
Moradores do Amazonas podem ter até 100% de desconto nas contas de energia ATRASADAS. (Imagem: Reprodução / Amazonas Energia)

Durante o mês de dezembro, os clientes terão direito a descontos, que podem chegar a 100% dos juros e sem multas em pagamentos à vista. Além disso, poderão pagar com cartões de crédito e débito. A campanha é voltada a usuários de todo o estado, titulares de imóveis residenciais, comerciais, industriais e rurais.

Leia mais: Resultado por Bairro em Manaus: Como votou cada zona eleitoral no 2º Turno das eleições 2020

Desconto nas contas de energia no Amazonas

Para facilitar o atendimento remoto, a empresa de energia reforçou os canais digitais. Usuários podem solicitar a renegociação dos débitos pelo celular, tablet ou computador, acessando o site da empresa ou pelo aplicativo, disponível gratuitamente nos sistemas Android e iOs, ou entrando em contato pelo telefone 0800 701 3001.

Se o cliente preferir comparecer a uma das lojas de atendimento da Amazonas Energia é necessário agendar dia e horário pela internet. Outras informações estão disponíveis no site cdlmanaus.com.br ou no telefone de contato 3627-2850.

Para a negociação, o titular da conta precisa ter uma fatura de energia e CPF em mãos. A oportunidade evita que o cliente tenha o fornecimento de energia cortado e impede negativação de crédito e demais ações de cobrança.

Leia mais: Conta de luz aumenta NESSES estados a partir de hoje (1º)

Este ano, a empresa também adotou o projeto Tarifa Social de Energia Elétrica (TSEE), que permite descontos de até 65% na conta para famílias de baixa renda. A iniciativa vem de uma parceria com o Governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Assistência Social (Seas).

O programa, criado pelo Governo Federal, pode contemplar até 220 mil famílias, com os descontos de até 65%. Para indígenas e quilombolas, o abatimento da conta chega a 100%. Em nota, a assessoria da empresa informou que o atual número de usuários beneficiados com o desconto total é de 170 mil e que o objetivo é chegar a 400 mil famílias.

Mônica Chagas Ferreira é mestranda em Letras pela Universidade Estadual de Maringá (UEM) e formada em Jornalismo pela Universidade Estadual de Londrina (UEL). Como pesquisadora, estuda Análise do Discurso na perspectiva foucaultiana, contemplando relações de saber, poder e política presentes na mídia. Enquanto jornalista, já atuou em rádios e veículos impressos. Atualmente trabalha como assessora de comunicação e redatora do Jornal O Norte.