No Acre, profissionais da educação recebem capacitação para retorno das aulas presenciais em 2021

As aulas presenciais no estado do Acre estão suspensas desde o início da pandemia, no dia 17 de março. Após tentativas frustradas de retomadas do ensino presencial, o estado investe no treinamento de gestores para um retorno mais seguro programado para março de 2021. O curso iniciou na quinta-feira (03).

No Acre, profissionais da educação recebem capacitação para retorno das aulas presenciais em 2021
No Acre, profissionais da educação recebem capacitação para retorno das aulas presenciais em 2021 (Imagem: Reprodução / Google)

A Secretaria Estadual de Educação do Acre (SEE-AC) divulgou que o treinamento é direcionado à profissionais de educação.

Denise dos Santos, diretora de ensino da secretaria do Acre, informou que, atualmente, em virtude da pandemia, as aulas estão sendo ministradas em formato EAD e não serão retomadas em 2020. Segundo as autoridades de educação do estado, o calendário letivo referente à 2020 será finalizado em 2021 depois do retorno das aulas presenciais.

“Para o ano de 2020, não haverá retorno presencial na rede estadual. Nós estamos nos organizando para o retorno das atividades presenciais em 2021. Neste período agora, nossas ações estão concentradas aos alunos das terceiras séries do ensino médio, que farão em janeiro o Enem. Com relação ao ano letivo de 2020, faremos o encerramento no retorno às atividades presenciais em 2021. Nossas equipes gestoras estão orientadas, alinhadas e temos a projeção para retorno das atividades em março de 2021”, explicou a secretaria.

Leia mais: Conta de luz aumenta NESSES estados a partir de hoje (1º)

As palestras oferecidas aos gestores têm o intuito de preparar os professores para o retorno em meio à pandemia. Como disseminadores do conhecimento, os gestores educacionais precisam reciclar informações sobre a doença para que haja uma explicação mais detalhada e a utilização de métodos de prevenção de forma que garantem uma maior segurança à todos.

“Este curso nada mais é do que o preparo de toda essa equipe de gestores que serão os multiplicadores de todo esse conhecimento sanitário, a fim de preparar as escolas para essa retomada segura. Nós estamos em um cenário onde ainda não temos a chegada das vacinas, ou programa nacional de vacinação estabelecido e é importante nos prepararmos para que essa retomada, quando ocorrer no sistema de ensino, ela ocorra de forma segura”, disse a coordenadora do comitê”, explicou Karolina Sabino, coordenadora do Comitê de Acompanhamento Especial da Covid-19.

Cobertura e repercussão de assuntos que impactam o bolso de todos os brasileiros. A redação do Jornal O Norte traz diariamente assuntos relevantes de uma forma descomplicada e confiável.