Petrobras aumenta preço da gasolina em 3,3% nas refinarias nesta quinta

Petrobras aumenta preço da gasolina em 3,3%, preço médio do litro da gasolina sobe de R$ 2,69 para R$ 2,78, ainda não se sabe se os consumidores receberão o reajuste. Por outro lado, o Diesel segue sem alteração no preço.

Petrobras aumenta preço da gasolina em 3,3% nas refinarias nesta quinta (12)
Petrobras aumenta preço da gasolina em 3,3% nas refinarias nesta quinta (12) (Imagem/Reprodução: Artit Fongfung/EyeEm/Getty Images)

Mais um reajuste na gasolina durante a gestão Silva e Luna, agora o combustível passa para R$ 2,78 nas refinarias, o que representa, segundo a Petrobrás, um aumento de R$ 0,09 por litro.

Esse é o segundo aumento dos combustíveis desde que o general Joaquim Silva e Luna assumiu a presidência da Petrobrás.

De modo geral, no acumulado desse ano de 2021, a alta nos valores da gasolina da Petrobras é de cerca de 51%, enquanto o diesel aumentou cerca de 40%.

Petrobras anuncia aumento da gasolina

Ao anunciar o reajuste, a estatal afirmou que tem buscado um equilíbrio entre o mercado nacional e internacional. “Busca evitar o repasse imediato para os preços internos da volatilidade externa causada por eventos conjunturais”.

Ou seja, ainda não se sabe se esse aumento será repassado para o consumidor final.

Pois, algumas questões serão avaliadas, por exemplo, a margem da distribuição e revenda, impostos e adição obrigatória de etanol anidro e biodiesel.

De acordo com a Ativa Investimentos, esse reajuste ainda não deve eliminar a distância entre os valores nacionais e internacionais. Nesse sentido, a entidade afirma que o aumento ideal seria em média de 13%.

Leia mais: Como foi votação da PEC do Voto Impresso; resultado

“O acréscimo feito pela Petrobras segue em linha com nossas estimativas, pois sempre informamos que as altas para mitigar a defasagem poderiam ser feitas de forma fracionada”, afirmou a Ativa.

Na última quarta-feira, 11, o Presidente Jair Bolsonaro assinou uma Medida Provisória em que autoriza a venda de combustíveis de outras marcas e a venda de etanol diretamente das usinas para os postos.

Durante a assinatura o presidente afirmou que os valores altos que os consumidores pagam são culpa dos governadores, que permitem uma diferença muito grande entre o preço na refinaria e nas bombas.

“O governo estadual cobra ICMS também na margem de lucro, no transporte, cobra no PIS/Cofins e cobra também no ICMS…Não compensa reduzir o preço na refinaria. Quando abaixa cinco centavos, na ponta da linha continua sendo o mesmo preço“, afirmou Bolsonaro.

Continue acompanhando O Norte e fique bem informado.

Jamille Pereira Novaes é graduada em Letras Vernáculas pela Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (UESB), pós-graduada em Gestão da Educação pelo Centro Universitário Maurício de Nassau (UNINASSAU). Como professora de Língua Portuguesa, já atuou no ensino fundamental I e II. Atualmente, trabalha como professora de Língua Portuguesa no ensino técnico e redatora do Jornal O Norte.