Programa “Contraturno Digital” é lançado para alunos no Amazonas

Programa Contraturno Digital faz parte do Educa+ Amazonas que investe em 13 programas educacionais no estado. Com isso, poderão participar estudantes do ensino fundamental e médio.

Programa "Contraturno Digital" é lançado para alunos no Amazonas
Programa “Contraturno Digital” é lançado para alunos no Amazonas (Imagem: Marcio James/Semcom)

Na última semana o Governo do Amazonas divulgou o Educa+ Amazonas, um conjunto de programas voltados ao ensino em todo o estado.

Nesse sentido, agora é vez do lançamento do Contraturno Digital, que integra o Educa+ Amazonas, e vai oferecer reforço escolar para os estudantes de todo estado.

Essa oferta vai ser um grande diferencial para os estudantes, pois, eles são o grupo que mais sentiu os efeitos da pandemia, já que as aulas presenciais tiveram que ser suspensas em todo o país. 

“Nós sabemos que, durante a pandemia, houve várias lacunas de conhecimento que surgiram nos alunos, em razão das faltas ou da pouca frequência às aulas. E esse é o momento de nós recuperarmos a aprendizagem dos estudantes, por meio de um programa de reforço escolar sem precedentes no estado do Amazonas”, afirmou o secretário de Educação, Luis Fabian Barbosa.

Leia mais em: Educa+ Amazonas: Educação no estado ganha investimento de R$ 400 milhões

Como vai funcionar o Contraturno digital?

As aulas serão transmitidas pelas TVs Encontro das Águas, nos canais 2.3 (5º ano) e 2.4 (9º ano), e Tiradentes, no canal 20.3 (3ª série); e acontecerão de segundas às sextas, sempre as 10h e 16h30.

Além disso, os estudantes poderão acompanhar as videoaulas pelo Canal do Programa no YouTube ou pelo aplicativo Aula em Casa.

As primeiras aulas acontecem hoje, 3 de agosto, nos horários marcados acima.

As aulas foram acontecerão em um formato que não será cansativo para os estudantes, ou seja, apenas 15 minutos de aula de cada uma das disciplinas.

Assim, os estudantes do ensino fundamental terão reforço em Língua Portuguesa, Matemática, História, Geografia e Ciências.

Enquanto que os do 3º ano do ensino médio terão de Língua Portuguesa, Matemática, Biologia, Física, Química, História e Geografia.

Além disso, os estudantes também terão acesso a matérias de apoio digitais, são cadernos de exercícios sobre os assuntos das aulas de reforço.

A partir de 2022, próximo ano, o programa vai estar disponível também para os estudantes do 6º, 7º e 8º anos do Ensino Fundamental e 1ª e 2ª série do Ensino Médio.

Continue acompanhando O Norte e fique bem informado.

Jamille Pereira Novaes é graduada em Letras Vernáculas pela Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (UESB), pós-graduada em Gestão da Educação pelo Centro Universitário Maurício de Nassau (UNINASSAU). Como professora de Língua Portuguesa, já atuou no ensino fundamental I e II. Atualmente, trabalha como professora de Língua Portuguesa no ensino técnico e redatora do Jornal O Norte.