Prouni abre inscrições para bolsas remanescentes nesta terça-feira (15)

Prouni (Programa Universidade para Todos) abre hoje (15) as inscrições para o processo seletivo das cercas de 90 mil bolsas remanescentes para o segundo semestre deste ano. Os estudantes interessados terão até o dia 30 para realizar o cadastro no portal oficial do programa.

Prouni abre inscrições para bolsas remanescentes nesta terça-feira (15) (Foto: Sam Balye/Unsplash)
Prouni abre inscrições para bolsas remanescentes nesta terça-feira (15) (Foto: Sam Balye/Unsplash)

O preenchimento de vagas nessa nova etapa se dá pelas vagas que não foram ocupadas no processo seletivo regular, tenha sido pela desistência dos candidatos pré-selecionados ou documentação irregular. Estão, portanto, disponíveis para ocupação por candidatos que não foram selecionados no processo anterior

Candidatos que não estejam matriculados em instituições de ensino superior e alunos já matriculados em universidades terão o mesmo prazo de inscrição.

Leia mais: Estudantes inadimplentes podem receber auxílio através do ‘voucher educação’; saiba mais

O anúncio da nova abertura de inscrições foi feito no final de agosto pelo ministro da Educação, Milton Ribeiro, durante participação em uma videoconferência promovida pela ABMES (Associação Brasileira de Mantenedoras de Ensino Superior).

A publicação oficial se deu no último dia 8 de setembro, no DOU (Diário Oficial da União).

Como se inscrever

O cadastro para concorrer à bolsa pelo Prouni é feito exclusivamente pela internet, através do portal. Precisando, também, estar cadastrado na plataforma do governo federal.

Do portal do Prouni, o candidato será direcionado automaticamente para a página do governo federal para efetuar o cadastro, assim, o sistema de inscrição do Prouni irá identificar o candidato automaticamente quanto a sua participação no Enem, ao retornar para o portal do Prouni.

Sobre o Prouni

O Prouni é o programa do governo federal que oferece bolsas de estudo com subsídio de 100% ou de 50% sobre o valor do curso, a depender dos critérios de participação previstos no edital.
Como renda familiar bruta mensal de até 1,5 salário mínimo por pessoa ou, para os casos de bolsas parciais, renda familiar bruta mensal de até três salários mínimos por pessoa.

Além disso, de acordo com informações contidas no portal do programa, é preciso atender a pelo menos uma das condições abaixo:

Ter cursado o ensino médio completo em escola da rede pública.
Ter cursado o ensino médio completo em escola da rede particular, na condição de bolsista integral da própria escola.
Ter cursado o ensino médio parcialmente em escola da rede pública e parcialmente em escola da rede particular, na condição de bolsista integral da própria escola privada.
Ser pessoa com deficiência.

Facebook Comments

Jornalista graduada pela FAPCOM (Faculdade Paulus de Tecnologia e Comunicação). Foi repórter do site MigraMundo e Startupi, atuou na comunicação de ONG e em assessoria de imprensa. Atualmente trabalha como jornalista freelancer e redatora do Jornal O Norte.