Recife é um dos destinos mais buscados para o Réveillon 2021; como vai funcionar o evento?

Uma pesquisa realizada pela MaxMilhas mostra que Recife é o segundo destino mais procurado para o Réveillon 2021. O levantamento considera viagens partindo de Brasília, Rio de Janeiro e São Paulo. No ranking geral de buscas, a cidade fica em terceiro lugar.

Recife é um dos destinos mais buscados para o Réveillon 2021; como vai funcionar o evento?
Recife é um dos destinos mais buscados para o Réveillon 2021; como vai funcionar o evento? (Imagem: Reprodução / Google)

O resultado comprova a retomada do turismo após a crise causada pela pandemia da Covid-19. A perspectiva do setor aéreo é chegar entre 70% e 80% de recuperação até o final do ano. O crescimento médio mensal na venda de passagens está em 35%, entre abril e novembro.

Leia mais: Passeios em Porto de Galinhas vão ficar mais caros em 2021; entenda o motivo

Como serão as festividades de final de ano no Recife

Diferente de outras capitais e cidades do Nordeste, a prefeitura ainda não informou se pretende cancelar ou alterar a programação de final de ano. Por enquanto, a dica é aumentar a segurança da viagem seguindo todas as recomendações e protocolos de segurança em saúde.

Empresas de turismo estão recomendando locais que estejam adotando medidas de segurança sanitária, como exigência do uso de máscara. É importante que os viajantes se informem sobre os requisitos para entrada e permanência no destino escolhido, o que varia de cidade para cidade.

Alguns selos de segurança foram criados para atestar que aeroportos, pontos turísticos e estabelecimentos comerciais seguem elevados padrões de higiene e sanitização. Um deles é o Safe Travel, do Conselho Mundial de Viagens e Turismo (WTTC).

Leia mais: Réveillon 2021 em Petrolina CANCELADO? Conheça a decisão da prefeitura

As prefeituras de Caruaru, Petrolina e Tamandaré, em Pernambuco, cancelaram as festividades. Em Gravatá, apenas a iluminação tradicional será mantida.

O Governo de Pernambuco divulgou novas determinações para eventos corporativos, culturais e sociais neste mês, como previsto pelo Plano de Convivência com a Covid-19. Para conseguir autorização para eventos privados, o promotor ou a personalidade jurídica privada do local precisa enviar um pedido para análise.

O documento precisa ter o formato de realização do evento e as normas sanitárias que serão cumpridas, como distanciamento social, higiene e limpeza, comunicação e monitoramento.

O Ministério da Saúde orienta cuidados básicos para reduzir o risco geral de contrair o vírus. As principais medidas incluem lavar as mãos frequentemente com água e sabão ou usar álcool em gel.

Mônica Chagas Ferreira é mestranda em Letras pela Universidade Estadual de Maringá (UEM) e formada em Jornalismo pela Universidade Estadual de Londrina (UEL). Como pesquisadora, estuda Análise do Discurso na perspectiva foucaultiana, contemplando relações de saber, poder e política presentes na mídia. Enquanto jornalista, já atuou em rádios e veículos impressos. Atualmente trabalha como assessora de comunicação e redatora do Jornal O Norte.