Retomadas nesta semana as aulas da rede estadual em Tocantins

Estudantes da primeira e segunda séries do ensino médio da rede estadual retomaram as aulas de forma remota nesta semana. Os primeiros a retornarem aos estudos foram os alunos da terceira série do ensino médio, em 29 de junho. No Tocantins, as aulas estão suspensas desde o dia 13 de março, em razão da pandemia do novo coronavírus.

Retomadas nesta semana as aulas da rede estadual em Tocantins
Retomadas nesta semana as aulas da rede estadual em Tocantins. (Imagem: Marcio Vieira/ Gov. Tocantins)

O Governo Estadual chegou a planejar a volta às aulas presenciais para o dia 3 de agosto, mas voltou atrás e cancelou o retorno. A ideia era de que as turmas fossem divididas em um modelo híbrido e que o retorno fosse gradual, começando com os estudantes do ensino médio.

Aulas remotas na rede estadual do Tocantins

No formato remoto, os alunos recebem o roteiro de estudos de cada disciplina semanalmente. O conteúdo pode ser impresso nas escolas ou acessado pela Internet. Os estudantes da zona rural vão receber as atividades por meio do transporte escolar.

De acordo com a Secretaria Estadual da Educação, os professores do ensino médio, coordenadores pedagógicos e gestores escolares receberam formação on-line para iniciar o trabalho remoto. A secretária da Educação, Adriana Aguiar, avalia que a adaptação dos estudantes da terceira série ao modelo não presencial foi boa.

Segundo ela, além da formação para os professores, a secretaria está dando o suporte necessário para o novo cenário, inclusive apoio emocional e psicológico, por meio do Programa Olhar Atento. Também está tomando todas as medidas de prevenção para garantir a segurança de alunos e servidores.

Leia mais: No Ceará, pais de alunos participarão de debate para estipular retorno das aulas presenciais.

O planejamento para a retomada das aulas acompanha a situação epidemiológica do estado, em alinhamento com a Secretaria da Saúde. Os índices de transmissão do novo coronavírus no Tocantins motivaram a mudança no plano de retomada das aulas semipresenciais, previstas para 3 de agosto. Diante do quadro epidemiológico, o formato foi suspenso e o estado decidiu ampliar a oferta de aulas não presenciais. A preparação para o retorno é focada em pilares que consideram a segurança dos profissionais e dos estudantes; o cumprimento do ano letivo e o respeito à diversidade.

Facebook Comments

Mônica Chagas Ferreira é mestranda em Letras pela Universidade Estadual de Maringá (UEM) e formada em Jornalismo pela Universidade Estadual de Londrina (UEL). Como pesquisadora, estuda Análise do Discurso na perspectiva foucaultiana, contemplando relações de saber, poder e política presentes na mídia. Enquanto jornalista, já atuou em rádios e veículos impressos. Atualmente trabalha como assessora de comunicação e redatora do Jornal O Norte.