Teve a perícia cancelada? Veja como será a nova forma de atendimento do INSS

Depois da confusão na reabertura de agências do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) no início da semana, com a falta de atendimento das perícias médias, o órgão informou que a remarcação será automática. Ou seja, os contribuintes que tinham agendado uma data terão um novo horário garantido.

Teve a perícia cancelada? Veja como será a nova forma de atendimento do INSS
Teve a perícia cancelada? Veja como será a nova forma de atendimento do INSS. (Imagem: Marcelo Camargo/Agência Brasil)

O diretor de atendimento do INSS, Jobson Oliveira, explicou que as pessoas podem ligar para o 135 ou acessar o aplicativo Meu INSS para se informar sobre a remarcação. Também há a opção de ir a um dos 3 mil acordos de cooperação técnica pelo país.

Como será o atendimento do INSS

Por enquanto, as perícias seguem suspensas nas agências, após os médicos se recusarem a voltar ao trabalho por falta de segurança. Os serviços são necessários para trabalhadores que solicitaram auxílio ou aposentadoria e precisam ser avaliados para retornar ou não ao trabalho.

A diretoria do órgão ainda não definiu quando o atendimento será normalizado. Por enquanto, as agências voltaram a funcionar de forma gradativa e com restrições, apenas para cumprimento de exigências, avaliação social, reabilitação profissional e justificação administrativa. O restante dos serviços está sendo feito de forma remota, pelos canais digitais ou pela central telefônica.

Leia mais: Confira a lista de serviços disponíveis nas agências INSS do Piauí.

Depois da confusão na reabertura, o presidente do INSS, Leonardo Rolim, pediu desculpas e admitiu que faltou planejamento. Um levantamento interno estima que aproximadamente sete mil pessoas podem ter sido prejudicadas na segunda-feira. As agências começaram a reabrir nesta semana após quase cinco meses de suspensão dos atendimentos presenciais. Na primeira etapa, as unidades vão atender serviços com agendamento prévio.

O INSS informou que vai avaliar o perfil de cada agência, considerando a idade dos funcionários, quantidade de atendimentos diários e estrutura física do local, para definir o retorno. A lista de unidades abertas pode ser consultada pelo site https://covid.inss.gov.br.

A Associação Nacional dos Peritos Médicos Federais (ANMP) informou que a categoria decidiu não voltar ao trabalho presencial depois que apenas 12 das mais de 800 agências que oferecem perícia médica terem sido aprovadas em vistorias realizadas antes da reabertura.

Mônica Chagas Ferreira é mestranda em Letras pela Universidade Estadual de Maringá (UEM) e formada em Jornalismo pela Universidade Estadual de Londrina (UEL). Como pesquisadora, estuda Análise do Discurso na perspectiva foucaultiana, contemplando relações de saber, poder e política presentes na mídia. Enquanto jornalista, já atuou em rádios e veículos impressos. Atualmente trabalha como assessora de comunicação e redatora do Jornal O Norte.