Veja o que fazer para consultar SEU saldo do Bolsa Família

No Brasil cerca de 13,9 milhões de famílias são contempladas pelo Bolsa Família. Na pandemia da Covid-19, muitas famílias conseguiram o auxilio emergencial através do programa. Este ano, foi de grande importância para auxiliar as pessoas na situação de pandemia. O programa visa tirar milhões de família da extrema pobreza com uma renda extra.

Veja o que fazer para consultar SEU saldo do Bolsa Família
Veja o que fazer para consultar SEU saldo do Bolsa Família (Foto: Reprodução Google)

O programa foi criado no governo do presidente Lula, em 2003 foi sancionada a Lei Federal n. 10.836 que contemplava as famílias mais carentes do Brasil. O programa foi uma conquista das mães solos, e trabalhadores informais.

O Bolsa Família unificou alguns outros programas do governo petista, como Fome Zero e Auxílio Gás.

Porém, mesmo em 17 anos de programa, as famílias ainda tem problemas para acessar as plataformas digitais para saber os calendário de pagamento, agências responsáveis, valor do beneficio, e também alguns números de acessos.

Com a pandemia, muitas pessoas tiveram de recorrer aos benefícios oferecidos pelo Governo do Estado, o Bolsa Família foi um deles. Cerca de 19,2 milhões receberam o auxilio emergencial de R$600,00 através do programa.

Hoje, não somente pela falta do uso da tecnologia mas também pela falta de acesso, muitas pessoas tem dificuldades em monitorar seus calendários de pagamentos.

Leia mais: Renda Cidadã será o novo Bolsa Família? Conheça a proposta do Governo

E como ter acesso ao Bolsa Família?

Um passo a passo foi disponibilizado para ajudar as pessoas no processo.

Primeiro, é necessário fazer o uso de um computador ou celular com internet disponível. A Caixa Econômica Federal disponibiliza uma plataforma de acesso para os beneficiários, no site a opções “Benefício da Caixa”, direciona para um consulta pública dos dados do referente.

A opção a “Consultar Benefícios” é onde o responsável familiar deve preencher o número de Cadastro de Pessoas Física (CPF) ou o Número de Identificação Social (NIS) para informar-se se tem direito ao benefício. Se tiver, o site irá direcionar ao nome completo do referente, e logo após já informará os salários disponíveis para o cidadão.

Assim, através da consulta o beneficiário pode consultar seu calendário de pagamento. O site disponibiliza ainda, o local para os saques e até como o cidadão pode administrar o beneficio recebido.

Larissa Luna é graduanda em Psicologia pela Faculdade Frassinetti do Recife (FAFIRE) e graduanda em Ciências Sociais pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE). Como universitária, estuda analises de pesquisas feitas a partir de conceitos sociológicos e antropológicos em paralelo com a Psicologia. Atualmente dedica-se a redação do Jornal O Norte.