Banco Mundial alerta para possibilidade de auxílio emergencial ser permanente

Mais uma vez o assunto auxílio emergencial ganhou foco nos noticiários do país e desta vez não foi devido ao calendário de pagamentos. Um estudo importante foi realizado através do Banco Mundial e apontou a necessidade do benefício ser apenas temporário. O relatório foi realizado para analisar os impactos e as respostas de públicas no Brasil por conta da covid-19.

Banco Mundial alerta para risco de auxílio emergencial ser permanenteBanco Mundial alerta para risco de auxílio emergencial ser permanente
Banco Mundial alerta para risco de auxílio emergencial ser permanente. (Imagem: Google)

A pesquisa divulgou que de fato o governo brasileiro precisava intervir para evitar danos permanentes, mas é preciso vislumbrar o momento pós crise.

No documento afirma ser cedo para uma avaliação precisa das vulnerabilidades fiscais resultantes da covid-19. Porém, o setor público precisará de esforços adicionais para promover a consolidação fiscal a partir de 2021.

O relatório enfatiza que em uma resposta à crise, essas medidas temporárias, como o auxílio emergencial não podem se tornar permanentes mesmo que pressões políticas e econômicas possam dificultar a redução dos gastos de emergência.

Segundo o Banco Mundial, além de garantir que as medidas de crise sejam temporárias, é preciso outras medidas. Entre elas, reafirmar a regra de teto de gastos federal como âncora fiscal no Brasil, para controlar melhor os gastos e realocar as despesas de acordo com as necessidades.

O relatório ainda elogiou as medidas implementadas pelo governo na crise. Disse ainda que “é compreensível que, assim como em outros países, a pandemia e sua contenção passaram a ser o foco da formulação de políticas públicas, tirando da pauta a agenda de reformas anterior”.

O Banco Mundial alerta ainda que a essas reformas, antes das eleições municipais no final deste ano também poder ser ofuscada pela covid-19.

Leia mais: Auxílio emergencial: R$ 72 milhões retornam aos cofres públicos

Instituição visa reconstrução dos países

O Banco Mundial é uma organização nacional criada para atender às necessidades de financiamento da reconstrução dos países devastados pela Segunda Guerra Mundial.

A instituição é referência importante pelas análises e experimentos relacionados ao processo de desenvolvimento, principalmente em momentos de crise, como a pandemia provocada pelo coronavírus.

A pesquisa considerou dados e políticas aplicadas até o dia 25 de junho de 2020 e avaliou impactos para a população mais pobre e vulnerável, pequenas e médias empresas, governos subnacionais, setor de infraestrutura, setor financeiro, aprendizagem, educação, entre outros.

Mara Rodrigues é formada em jornalismo pela Universidade Estácio de Sá com mais de 13 anos de experiência. Já atuou como repórter de economia e polícia do jornal O Estado, repórter de cotidiano da TV Diário e assessora de comunicação. Atualmente trabalha como repórter de cotidiano da TV Cidade, filiada da Record TV no Ceará e dedica-se a redação do jornal O Norte.