Carnaval 2021: Pernambuco toma decisão sobre festa e feriado

A fim de evitar aglomerações no estado, o governo de Pernambuco anunciou nesta quinta-feira (28) que não haverá feriado no Carnaval 2021. A decisão vai de encontro com a suspensão das festividades que foram canceladas ainda em dezembro e com a alta de registros de infecções pelo novo coronavírus.

Carnaval 2021: Pernambuco toma decisão sobre festa e feriado (Imagem: Reprodução/Google)
Carnaval 2021: Pernambuco toma decisão sobre festa e feriado (Imagem: Reprodução/Google)

Os dias que são decretados como facultativos e que marcam os festejos carnavalescos, nos dias 15 e 16 de fevereiro, na segunda-feira e terça-feira, respectivamente, foram cancelados pela gestão estadual.

Segundo o secretário de Turismo de Pernambuco, Rodrigo Novaes, informou ao G1, a medida adotada é um complemento ao que já havia sido anunciado em relação ao carnaval.

Leia mais: Carlos Bolsonaro confunde imunização do BBB, critica a Globo e se arrepende

“Agora, viemos anunciar a suspensão do ponto facultativo no carnaval. A segunda e a terça-feira, que eram ponto facultativo, não acontecerão mais dessa forma. As repartições públicas funcionarão normalmente, para evitar aglomerações nas praias, no transporte público, no comércio”, disse Novaes.

Além das medidas que visam distanciar as pessoas nas datas de Carnaval 2021, também está proibido shows até o final do período carnavalesco, bem como eventos de qualquer tipo, estando impedidos de acontecer.

Aumento de casos da Covid-19 influenciou decisão sobre o Carnaval 2021

Essas medidas foram tomadas para tentar evitar aglomerações frente ao recorde na média móvel de confirmações de casos de Covid-19 no estado.

Ao G1, o secretário de Saúde de Pernambuco, André Longo, disse que há uma tendência de estabilidade nas notificações de casos graves. No entanto, há um aumento de 15% nas internações em enfermarias.

“Nos parques, ainda existe muita resistência ao uso de máscara. Por isso, o comitê resolveu continuar monitorando essa situação durante essa semana. Caso o comportamento negacionista de alguns tenha repercussão nos indicadores e não observarmos que vai mudar, esses locais poderão ser fechados”, declarou.

Leia mais: Pernambuco PRORROGA estado de calamidade pública até 2021; entenda

O secretário também lembrou que houve aglomerações em diversas praias do litoral pernambucano no começo do ano, e que a gestão do estado vinha prometendo proibir a circulação nas orlas por causa do desrespeito, mas não adotou restrições.

“Hoje, em reunião com os prefeitos, sob a liderança da Amupe [Associação Municipalista de Pernambuco], reiteramos o pedido de apoio e reforço dos prefeitos na fiscalização do litoral”, afirmou André Longo.

Mesmo com o aumento de casos da Covid-19 em Pernambuco, não foi anunciado mais medidas restritivas para a população, apenas ameaças às pessoas que se aglomeram sem máscara; declarando em coletiva transmitida pela internet que o governador pode fechar parques.

Jornalista graduada pela FAPCOM (Faculdade Paulus de Tecnologia e Comunicação). Foi repórter do site MigraMundo e Startupi, atuou na comunicação de ONG e em assessoria de imprensa. Atualmente trabalha como jornalista freelancer e redatora do Jornal O Norte.