Deputados discutem volta do auxílio emergencial ou aumento do Bolsa Família em 2021

A prorrogação do auxílio emergencial, que encerrou o último calendário de pagamentos em dezembro do ano passado, é tema na disputa pela presidência da Câmara dos Deputados, bem como o projeto social Bolsa Família, criado no Governo Lula.

Deputados discutem volta do auxílio emergencial ou aumento do Bolsa Família em 2021
Deputados discutem volta do auxílio emergencial ou aumento do Bolsa Família em 2021 (Imagem: Montagem / Jornal O Norte)

Durante o lançamento da campanha, o deputado federal Baleia Rossi (MDB-SP) defendeu que o Governo Federal mantenha em 2021 o benefício pago aos trabalhadores informais por causa da pandemia da Covid-19.

Uma outra solução para ajudar as milhões de pessoas que deixarão de receber o auxílio, de acordo com o parlamentar, é aumentar o valor repassado pelo Bolsa Família.

Leia mais: Bolsa Família: Saiba o que fazer para NÃO ter o benefício CANCELADO em 2021

Além do Projeto de Lei (PL) 5495/20 do senador Alessandro Vieira, que propõe a extensão do decreto de Estado de Calamidade e do auxílio de R$ 300 até março, está em trâmite a PL 5494/20 dos Senadores Rogério Carvalho e Paulo Rocha, ambos do PT, que defende o pagamento do auxílio emergencial de R$ 600 até o fim do primeiro semestre de 2021.

O Presidente da República, Jair Bolsonaro, pressionado pelos senadores e deputados fez um comentário sobre a possível ampliação do benefício.

“Alguns querem que prorroguem, mas o dinheiro do auxílio não estava num cofre, nós nos endividamos. (…) Se pagar R$ 5 mil, ninguém trabalha”, disse Bolsonaro.

Vale lembrar que os beneficiários do auxílio emergencial pelo Bolsa Família tiveram calendários diferentes de pagamentos, saques e/ou transferências das pessoas que se inscreveram através do aplicado ou site da Caixa Econômica Federal.

Calendário do auxílio emergencial

Enquanto a polêmica sobre a prorrogação do auxílio emergencial continua, alguns pagamentos serão realizados ainda neste mês. Isso porque os ciclos 5 e 6 do calendário de saque em espécie e transferência, liberados pela Caixa Econômica Federal, seguem em vigor.

O quinto ciclo é referente à oitava parcela, que teve os pagamentos liberados entre os dias 22 de novembro e 12 de dezembro. O sexto ciclo 6 foi depositado na poupança entre 13 e 29 de dezembro.

Leia mais: Auxílio emergencial: Caixa libera saques das últimas parcelas para ESTE grupo

Segundo o Governo Federal, o prazo limite de saque do auxílio emergencial e do Bolsa Família deixará de ser de 90 dias e passará a ser de até 270 dias, sem que haja a suspensão das contas.

Confira abaixo o ultimo calendário de pagamento do auxílio emergencial:

Mês de nascimento  Crédito em conta   Saque e transferência

Janeiro              13 de dezembro  19 de dezembro

Fevereiro           13 de dezembro   19 de dezembro

Março                14 de dezembro    04 de janeiro

Abril                   16 de dezembro    06 de janeiro

Maio                   17 de dezembro    11 de janeiro

Junho                 18 de dezembro    13 de janeiro

Julho                   20 de dezembro    15 de janeiro

Agosto                 20 de dezembro    18 de janeiro

Setembro            21 de dezembro     20 de janeiro

Outubro               23 de dezembro     22 de janeiro

Novembro           28 de dezembro      25 de janeiro

Dezembro           29 de dezembro      27 de janeiro