Eleições 2020: Acesse o ‘DivulgaCandContas’ e conheça tudo sobre o SEU candidato

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) já lançou o sistema DivulgaCandContas, com informações de todos os candidatos das eleições 2020 nos 5.568 municípios brasileiros. Cada candidato a prefeito, vice-prefeito ou vereador tem sua própria página com informações pessoas e financeiras.

Eleições 2020: Acesse o 'DivulgaCandContas' e conheça tudo sobre o SEU candidato
Eleições 2020: Acesse o ‘DivulgaCandContas’ e conheça tudo sobre o SEU candidato. (Imagem: Divulgação)

Além disso, há dados de interesse público como a declaração de bens do candidato, quanto pretende gastar com a candidatura e a prestação de contas. Também é possível verificar a situação do concorrente na Justiça Eleitoral.

Como acessar dados das eleições 2020 no DivulgaCandContas

Para buscar dados de candidatos, basta selecionar a região, a Unidade da Federação e, por fim, o município. Após visualizar a bandeira da cidade, é possível preencher o cargo que pretende consultar. Na página, consta a foto do candidato, que é a mesma registrada para aparecer na urna eletrônica.

No caso de candidatos a prefeito e vice-prefeito, há um link para a página de seu respectivo companheiro de chapa. A situação do registro na Justiça Eleitoral aparece ao lado da foto, além do tipo de eleição à qual está concorrendo.

Os principais termos utilizados na ferramenta são: “aguardando julgamento”, quando o pedido de registro de candidatura ainda está sendo julgado; “apto” ou “deferido”, quando o processo está regularizado; “indeferido com recurso”, quando há impugnações ou “deferido com recurso”, quando a avaliação do registro do candidato foi realizada com pedido de recurso do partido ou o Ministério Público Eleitoral (MPE).

Leia mais: Eleições 2020: Veja como justificar seu voto com o aplicativo e-Título

Há ainda situações de registro “cassado com recurso” ou “cancelado com recurso”. Isso ocorre quando o candidato teve a candidatura cassada ou cancelado pelo partido ou por decisão judicial, mas apresentou recurso e ainda aguarda uma nova decisão.

Por fim, há a possibilidade da condição de “inapto”, com os complementos: “cancelado”; “cassado”; “falecido”; “indeferido”; “não conhecimento do pedido” e ainda “renúncia”.

Outra novidade destas eleições é o “Tira-Dúvidas Eleitoral no WhatsApp”, um chatbot – assistente virtual – criado em parceria com o aplicativo de mensagens para facilitar o acesso do eleitor a informações importantes. O acesso é pelo QR Code disponível no site do TSE ou pelo telefone +55 61 9637-1078.

Mônica Chagas Ferreira é mestranda em Letras pela Universidade Estadual de Maringá (UEM) e formada em Jornalismo pela Universidade Estadual de Londrina (UEL). Como pesquisadora, estuda Análise do Discurso na perspectiva foucaultiana, contemplando relações de saber, poder e política presentes na mídia. Enquanto jornalista, já atuou em rádios e veículos impressos. Atualmente trabalha como assessora de comunicação e redatora do Jornal O Norte.