Eleições 2020: Proibição de carreatas é tema de disputa judicial em Natal

O diário oficial de segunda-feira (5) divulgou o decreto em que a juíza da propaganda eleitoral Hadja Rayanne Holanda de Alencar, proibi as passeatas, carreatas e comícios em Natal durante as eleições 2020 de categoria municipal, com o objetivo de prevenir a contaminação do novo coronavírus.

Eleições 2020: Proibição de carreatas é tema de disputa judicial em Natal
Eleições 2020: Proibição de carreatas é tema de disputa judicial em Natal (Imagem: Reprodução Gran Cursos Online)

Nota

De acordo com o decreto, nas reuniões realizadas pelos partidos eleitorais deve ser mantido o distanciamento mínimo de 1,5 metro entre pessoas e o limite de 5m² de área. O uso da máscara é obrigatório e deve ser disponibilizado álcool 70º gel ou líquido. O decreto ainda sugeriu que: “Com fim de prevenir o contágio e a disseminação da Covid-19 pela distribuição de mídias impressas, as coligações e candidatos deverão dar preferência às mídias digitais”.

É importante ressaltar que até o presente momento, mais de 146 mil pessoas já morreram no Brasil, das quais 3 mil pessoas no RN, vitimadas por essa doença nefasta e altamente contagiosa”, diz a nota.

Assim, tendo como objetivo precípuo proteger a saúde e a vida das pessoas, é que a Prefeitura de Natal editou Decreto proibindo passeatas, comícios, caminhadas e aglomerações que, por sua natureza, descumprem as regras sanitárias e de distanciamento social. Esperamos que o bom sendo prevaleça e o Decreto seja cumprido por todos, protegendo a saúde e a vida dos cidadãos natalenses”, concluiu a nota.

Leia mais: Eleições 2020: PT anuncia substituição de candidata a vice-prefeita de Natal-RN

Candidatos repercutem as medidas do decreto nas eleições 2020

O prefeito Álvaro Dias (PSDB), respondeu todas as críticas que recebeu dos candidatos e dos partidos políticos pela sua decisão de proibir carreatas e campanhas nas eleições municipais 2020 de Natal. “Eu respeito a posição dos adversários que estão defendendo as aglomerações na campanha eleitoral, mas prefiro agir com responsabilidade na defesa da saúde e da vida das pessoas”, disse o prefeito.

O deputado estadual Hermano Morais, se posicionou sobre o assunto na Assembleia Legislativa em que disse: “Não quero transformar esse microfone num palanque eleitoral, no entanto, preciso fazer esclarecimentos, já que os espaços estão reduzidos, a imprensa sequer estão veiculando o processo eleitoral, como se ele não existisse num momento tão importante para a vida do país.”

Segundo o deputado Hermano Morais, é nítido que os candidatos municipais de Natal não estão fazendo campanha eleitoral, já que não tem movimentações dos candidatos e existe as regras autoridades de saúde que precisam ser seguidas para evitar a disseminação do novo coronavírus.

Mariana Castro é formada em Pedagogia pela Universidade Brás Cubas em Mogi das Cruzes – SP. Atualmente trabalha como professora na rede privada de ensino e dedica-se a redação do Jornal O Norte.