Eleições 2020: Veja o que os candidatos de Recife dizem para melhorar o transporte público

Em Recife, 11 candidatos que disputam a prefeitura nas eleições 2020 e apresentam propostas para diversas áreas da capital. Abaixo, listamos os principais projetos voltados ao transporte público, principalmente para diminuir a superlotação dos ônibus e a longa espera. As respostas foram concedidas ao G1 em vídeos de 30 segundos.

Eleições 2020: Veja o que os candidatos de Recife dizem para melhorar o transporte público
Eleições 2020: Veja o que os candidatos de Recife dizem para melhorar o transporte público. (Foto: Reprodução Google)

Planos de governo das eleições 2020 sobre transporte público em Recife

  • Carlos (PSL)

Pretende fortalecer o Grande Recife Consórcio de Transporte, aumentando a frota e instalando câmeras de segurança com reconhecimento facial nos ônibus.

  • Charbel (Novo)

O candidato apresenta aumentar o número de empresas que operam o transporte público e fortalecer as decisões do Recife no consórcio de transporte. Também quer implantar micro-ônibus por aplicativo.

  • Coronel Feitosa (PSC)

A ampliação da frota também é a principal proposta, além da criação de um bilhete único para integração entre veículos.

  • Delegada Patrícia (Podemos)

A candidata pretende municipalizar o transporte, cobrar mais ônibus climatizados às empresas e criar linhas diretas para os bairros.

  • João Campos (PSB)

A ideia é que a prefeitura tenha mais atuação dentro do Grande Recife Consórcio de Transporte e invista em faixas exclusivas para ônibus.

Leia mais: Eleições 2020: Pesquisa revela que ESTE é o principal candidato na disputa pela prefeitura do Recife

  • Marco Aurélio Meu Amigo (PRTB)

O candidato também pretende retirar o Recife do consórcio metropolitano. Vai cobrar o aumento da frota, fim da superlotação e oferta de transporte de qualidade na capital.

  • Marília Arraes (PT)

Para ela, a solução para reduzir o tempo de espera é cobrar que 100% da frota esteja circulando nas ruas e aumentar o investimento em engenharia de tráfego.

  • Mendonça Filho (DEM)

O candidato também pretende investir em faixas exclusivas para os ônibus, aumento da frota e cobrança para que todos os veículos tenham ar-condicionado. Também quer retomar os investimentos no BRT.

  • Thiago Santos (UP)

O candidato pretende intervir no setor para que as empresas coloquem mais veículos em circulação por tarifas mais baixas. Para ele, as empresas responsáveis pelo transporte público por ônibus em Recife visam ao lucro e não oferecem qualidade.

Os candidatos Cláudia Ribeiro (PSTU) e Victor Assis (PCO) não responderam sobre o assunto.

Mônica Chagas Ferreira é mestranda em Letras pela Universidade Estadual de Maringá (UEM) e formada em Jornalismo pela Universidade Estadual de Londrina (UEL). Como pesquisadora, estuda Análise do Discurso na perspectiva foucaultiana, contemplando relações de saber, poder e política presentes na mídia. Enquanto jornalista, já atuou em rádios e veículos impressos. Atualmente trabalha como assessora de comunicação e redatora do Jornal O Norte.