Eleições 2020: Veja quais são os 7 problemas que os prefeitos eleitos vão ter que resolver

Nestas eleições, moradores de 5.570 municípios brasileiros vão escolher novos representantes para prefeito e vereadores. Os políticos precisarão resolver desafios comuns, a partir de 1º de janeiro de 2021. A BBC News Brasil listou sete problemas urbanos identificados na maioria das cidades em 2020. Confira a lista abaixo.

Eleições 2020: Veja quais são os 7 problemas que os prefeitos eleitos vão ter que resolver
Eleições 2020: Veja quais são os 7 problemas que os prefeitos eleitos vão ter que resolver. (Imagem: Mateus Pereira/GOVBA)

Sete desafios para os políticos eleitos nas eleições 2020

Queda de arrecadação de impostos

A desaceleração da atividade econômica e o aumento do desemprego farão com que os municípios arrecadem menos e tenham menos recursos para investir em educação, saúde e mobilidade. A solução está longe de ser fácil e passa pela reforma tributária, cuja discussão vem sendo adiada no Congresso.

Demanda reprimida na saúde

Além da continuidade do tratamento para pacientes com covid-19, os municípios precisarão dar conta dos procedimentos que foram suspensos neste ano. A pressão sobre o SUS também tende a subir, uma vez que muitas pessoas desistiram dos planos de saúde.

Retomada do setor educacional

Os municípios precisarão planejar a retomada de atividades, para evitar um novo surto da doença. Além disso, têm a responsabilidade de ampliar o número de vagas em creches e pré-escolas, o que exige muitos recursos.

Leia mais: Eleições 2020: TSE anuncia assistente virtual para tirar dúvida dos eleitores

Mobilidade urbana e transporte público

O sistema de transporte coletivo de grandes cidades tem perdido parte de seus passageiros para alternativas como os aplicativos. Com a queda na arrecadação de passagens, ações de melhoria se tornam ainda mais difíceis. Uma saída seria tentar atrair mais passageiros com serviços confortáveis ou até cobrar tarifas de quem usa carro individual.

Urbanização de bairros populares

A política habitacional necessita de mudança para que o público de casas populares consiga quitar os empreendimentos e morar bem. Milhões de pessoas ainda vivem em construções precárias. Uma ideia é focar em políticas de locação social para a população mais pobre.

População em situação de rua

O segmento tende a aumentar ainda mais com a crise gerada pela pandemia de covid-19. Assim, gestores municipais precisam investir em políticas integradas de assistência, com combate à pobreza e à desigualdade.

Controle de pragas e vetores de doenças

O problema de saúde pública tem saturado os municípios. Entre os fatores estão o clima e o crescimento desordenado, sem planejamento e com falta de saneamento.

Mônica Chagas Ferreira é mestranda em Letras pela Universidade Estadual de Maringá (UEM) e formada em Jornalismo pela Universidade Estadual de Londrina (UEL). Como pesquisadora, estuda Análise do Discurso na perspectiva foucaultiana, contemplando relações de saber, poder e política presentes na mídia. Enquanto jornalista, já atuou em rádios e veículos impressos. Atualmente trabalha como assessora de comunicação e redatora do Jornal O Norte.