Inscrições para o concurso da Polícia Militar 2021 do Pará são PRORROGADAS

Interessados em ingressar na carreira militar em 2021, no Pará, terão até o dia 14 de janeiro para realizar inscrição no concurso da Polícia Militar do estado. O cadastro na seleção foi prorrogado por mais cinco dias do previsto anteriormente, tendo até o dia 15 de janeiro para pagar a taxa de inscrição. 

Inscrições para o concurso da Polícia Militar 2021 do Pará são PRORROGADAS (Imagem:Divulgação/PM-PA)
Inscrições para o concurso da Polícia Militar 2021 do Pará são PRORROGADAS (Imagem:Divulgação/PM-PA)

Ao todo, são ofertadas 2.405 vagas, sendo 2.310 para praças.

As inscrições são feitas exclusivamente via internet, no site da banca examinadora, o Instituto Iades (Instituto Americano de Desenvolvimento), até o dia 14 de janeiro. As taxas de inscrições são de R$ 76 para praças e R$ 88 para oficiais.

O processo de seleção segue o mesmo formato nos dois cargos, sendo divididos em cinco etapas, de caráter eliminatório e classificatório. Os requisitos de participação são diferentes em alguns itens, de um para o outro, como a exigência do diploma em direito para o cargo de oficial – ver detalhes abaixo.

Leia mais: Banco do Brasil vende 1,4 mil apartamentos e casas com até 70% de DESCONTO

Neste concurso, são ofertadas 2.405 vagas, sendo 2.310 para praças e 95 para oficiais. As provas serão realizadas em Belém, Altamira, Itaituba, Marabá, Redenção e Santarém.

Para o cargo de oficial, as provas ocorrerão em 28 de fevereiro. Já para o posto de praças, a aplicação dos exames objetivos será nos dias 7 de março e 14 de março.

Requisitos de participação para Praças da Polícia Militar

  • Ter entre 18 e 30 anos;
  • Provar o cumprimento das obrigações eleitorais e militares;
  • Estar em pleno exercício dos direitos políticos;
  • Gozar de saúde física e mental;
  • Não haver sido condenado criminalmente por sentença judicial transitada em julgado, ou sofrido sanção administrativa impeditiva do exercício de cargo público;
  • Ter altura mínima de 1,60 m, se homem, e de 1,55 m, se mulher;
  • Ter reputação ilibada na vida pública e privada e comportamento social compatível com o exercício do cargo policial militar;
  • Ter sido licenciado da organização militar a que serviu, no mínimo, no comportamento bom, se for o caso;
  • Ser habilitado para conduzir veículo automotor, possuidor da Carteira Nacional de Habilitação – Categoria tipo “B”.

Exigências para ingressar como Oficial

  • Ter entre 18 e 30 anos;
  • Apresentar diploma de Curso de Bacharel em Direito, expedido por instituição de ensino reconhecida pelo Ministério da Educação;
  • Provar o cumprimento das obrigações eleitorais e militares;
  • Estar em pleno exercício dos direitos políticos;
  • Gozar de saúde física e mental;
  • Não haver sido condenado criminalmente por sentença judicial transitada em julgado, ou sofrido sanção administrativa impeditiva do exercício de cargo público;
  • Ter altura mínima de 1,60 m, se homem, e de 1,55 m, se mulher;
  • Ter reputação ilibada na vida pública e privada e comportamento social compatível com o exercício do cargo policial militar;
  • Ter sido licenciado da organização militar a que serviu, no mínimo, no comportamento bom, se for o caso;
  • Ser habilitado para conduzir veículo automotor, possuidor da Carteira Nacional de Habilitação – Categoria tipo “B”.

Leia mais: Consulta e pagamento do IPVA 2021 podem ser feitos pela internet; saiba como

Etapas do concurso da PMPA

O concurso público será composto de cinco etapas, sendo eles:

  • 1ª Etapa – Prova de Conhecimentos, mediante a aplicação de provas objetiva e discursiva, de caráter eliminatório;
  • 2ª Etapa – Exame de Avaliação Psicológica, de caráter eliminatório, compreendendo testes psicológicos (teste de personalidade, de inteligência e de habilidades específicas) e entrevista;
  • 3ª Etapa – Exame de Avaliação de Saúde, de caráter eliminatório;
  • 4ª Etapa – Teste de Avaliação Física, de caráter eliminatório;
  • 5ª Etapa – Investigação dos Antecedentes Pessoais, de caráter eliminatório, de responsabilidade da PMPA (Polícia Militar do Estado do Pará).

Jornalista graduada pela FAPCOM (Faculdade Paulus de Tecnologia e Comunicação). Foi repórter do site MigraMundo e Startupi, atuou na comunicação de ONG e em assessoria de imprensa. Atualmente trabalha como jornalista freelancer e redatora do Jornal O Norte.